Salada de Gente

Por Wert Alvarenga

Meu sangue é preto, vermelho e azul.

Sou asiático, sou índio, sou mameluco,

Sou francês, sou italiano, sou do sul.

Sou salada de gente, mas não sou maluco.

 

Todos nós que somos brasileiros

Temos misturas de outras raças

Os que querem ser os primeiros

Têm que trocar suas carcaças.

continua depois da propaganda

 

Somos salada ou farofa de gente

Sangue vermelho, azul ou preto.

Devemos estar bem conscientes

Que tudo temos nesse esqueleto

 

Orgulho-me de ser salada

continua depois da propaganda

Sou uma mistura perfeita

E aqui em minha moradia

Toda mistura é aceita

Wert Alvarenga, é poeta, morador de Formosa, membro da Casa do Poeta Brasileiro – Seção Formosa. Nasceu em 25 de maio de 1932 na cidade de Campo Belo – MG. Foi dentista prático por muitos anos e agora dedica-se  a escrever.

Fonte: Vagalumes do meu Sertão – 2019 – Edição Independente

continua depois da propaganda
Block

Salve! Você pode apoiar nosso trabalho comprando um produto na nossa Loja Xapuri ou fazendo uma doação de qualquer valor pelo PIX: contato@xapuri.info. Contamos com você!

P.S. Segue nosso WhatsApp: 61 9 99611193, caso você queira falar conosco a qualquer hora, em qualquer dia. GRATIDÃO!

Block

Mais do que uma Revista, um espaço de Resistência. Há seis anos, faça chuva ou faça sol, esperneando daqui, esperneando dacolá, todo santo mês nossa Revista Xapuri  leva informação e esperança para milhares de pessoas no Brasil inteiro. Agora, nesses tempos bicudos de pandemia, precisamos contar com você que nos lê, para seguir imprimindo a Revista Xapuri. VOCÊ PODE NOS AJUDAR COM UMA ASSINATURA?

P.S. Segue nosso WhatsApp: 61 9 99611193, caso você queira falar conosco a qualquer hora, em qualquer dia. GRATIDÃO!

 

continua depois da propaganda