Sou semente, nasci da terra, vermelha…
Por Pedro César Batista
Sou semente,
nasci da terra,
vermelha,
fértil,
fogo que espalha,
luz que irradia utopia,
ousa construir o amanhã,
capaz de renascer a cada lágrima,
a cada dor descobrir o sorriso,
sem chão alçar voo ao infinito,
o universo é minha casa,
ventania,
tempestade,
inundar de flores os sonhos,
nem importa a solidão,
nem o obscurantismo,
logo, logo, logo,
será lua cheia,
a fogueira acenderá,
cantaremos a vida,
abraçaremos sem medo,
sem susto,
faremos um novo tempo.
Pedro César Batista
 


Block

Salve! Você pode apoiar nosso trabalho comprando um produto na nossa Loja Xapuri ou fazendo uma doação de qualquer valor pelo PIX: contato@xapuri.info. Contamos com você!

P.S. Segue nosso WhatsApp: 61 9 99611193, caso você queira falar conosco a qualquer hora, em qualquer dia. GRATIDÃO!


Sou semente,
nasci da terra,
vermelha,
fértil,
fogo que espalha,
luz que irradia utopia,
ousa construir o amanhã,
capaz de renascer a cada lágrima,
a cada dor descobrir o sorriso,
sem chão alçar voo ao infinito,
o universo é minha casa,
ventania,
tempestade,
inundar de flores os sonhos,
nem importa a solidão,
nem o obscurantismo,
logo, logo, logo,
será lua cheia,
a fogueira acenderá,
cantaremos a vida,
abraçaremos sem medo,
sem susto,
faremos um novo tempo.
 
 
 
 
 
 
 
 
continua depois da propaganda