https://youtu.be/FOWAQhkxe48?t=3
… TAGARELAS
antes de escrever
sinto alvoroço
dentro de mim.
às vezes
risos
e até gargalhadas.
outras vezes
dor
lágrimas.sem saber o real motivo
só posso aguardar
palavras-versos
que me façam enxergar.e elas chegam:
uma a uma
ou em revoada.não se trata
de figura de linguagem.
vejo-as.voam como borboletas.
borboletas tagarelas
a entrar no quarto
ou na sala.
pousam nos meus ombros
se esparramam pela casa
como crianças num pula-pula.
formam frases.
se embaralham.

depois
sem se despedir
vão embora.

tento pôr no papel
o que vi
e o que senti.
só pequena parte consigo.
e o poema toma forma.

e vejo mais:
as imagens
vívidas
coloridas
ou em preto e branco
como as revistas
que eu lia
quando menino.

e vejo crianças
e pessoas adultas
sentadas em círculo
compenetradas
lendo
sorrindo
ou chorando.

depois
fecham as revistas
e as colocam de lado.
levantam-se
dão-se as mãos
e iniciam um bailado.

as revistas
– animadas de vida –
abrem as asas
e também brincam
na ciranda encantada.
.
(encantado, 6h25, 14/07/2020… faz frio, muito frio!, mas eu canto.)

Fonte: Facebook

Salve! Este site é mantido com a venda de nossas camisetas. É também com a venda de camisetas que apoiamos a luta do Comitê Chico Mendes, no Acre, e a do povo indígena Krenak, em Minas Gerais. Ao comprar uma delas, você fortalece um veículo de comunicação independente, você investe na Resistência. Comprando duas, seu frete sai grátis para qualquer lugar do Brasil. Visite nossa Loja Solidária, ou fale conosco via WhatsApp: 61 9 9961 1193.

Comentários

%d blogueiros gostam disto: