Travessia

batista filho

não vi o farol
não vi o porto.
atento à tempestade
tampouco vi o céu.

vivi meu tempo
menos pelejando
com a fúria dos ventos
e sim
em busca do que habita
as profundezas abissais.
mergulhei como quem voa
e ao dobrar o tormentoso cabo
quase quebro a esperança.
foi quando
um velho pirata
– sem dentes
sem perna de pau
sem tesouro
sem nada –
gritou:
– oh!, infeliz:
deixaste tua alma
no alto do ararat!
ri do farol
do porto e do céu
que não vi
que não vi.
ri das tempestades
e dos ventos.
ri de mim mesmo
… e chorei abissais mar&anas.
procurei o velho pirata
que pouco antes
comigo gritara
mas à exemplo
do farol, do porto e do céu
não vi nada. nada!
ao atravessar
a praça da graça
foi que percebi
espelhado numa vitrine:
sem dentes
sem perna de pau
sem tesouro
sem nada
– era eu, o velho pirata.
Fonte: Facebook

Block

Mais do que uma Revista, um espaço de Resistência. Há seis anos, faça chuva ou faça sol, esperneando daqui, esperneando dacolá, todo santo mês nossa Revista Xapuri  leva informação e esperança para milhares de pessoas no Brasil inteiro. Agora, nesses tempos bicudos de pandemia, precisamos contar com você que nos lê, para seguir imprimindo a Revista Xapuri. VOCÊ PODE NOS AJUDAR COM UMA ASSINATURA?

P.S. Segue nosso WhatsApp: 61 9 99611193, caso você queira falar conosco a qualquer hora, em qualquer dia. GRATIDÃO!

Block

Assine a revista Xapuri Socioambiental e contribua para nosso projeto de resistência e solidariedade

continua depois da propaganda