TERRA DESTE MEU CHÃO

José Carlos Costa 

Ouve este pobre homem

Teu silêncio à escravidão

Mata meu povo de fome

Vem do teu útero o grão

Que alimenta a humanidade

Mas, presa neste aguilhão

Nem temes a infertilidade

És a solução pra fome

És conflito entre os homens

És a esperança do pobre

Mas submissa aos nobres

TERRA

Por que não te abres em fendas

E sepulta os senhores

Castradores de ti?

Fonte: Libânio Neto

Salve! Este site é mantido com a venda de nossas camisetas. É também com a venda de camisetas que apoiamos a luta do Comitê Chico Mendes, no Acre, e a do povo indígena Krenak, em Minas Gerais. Ao comprar uma delas, você fortalece um veículo de comunicação independente, você investe na Resistência. Comprando duas, seu frete sai grátis para qualquer lugar do Brasil. Visite nossa Loja Solidária, ou fale conosco via WhatsApp: 61 9 9611 6826.

Comentários

%d blogueiros gostam disto: