Viagens ilustradas: É assim que fica um caderno de rascunhos de um artista que ama viajar

Nos últimos 13 anos, o artista José Naranja vem enchendo cadernos de bolso com seu próprio diário visual. Ao ilustrar suas experiências diárias, observações, idéias e memórias, Naranja considera seu projeto em andamento como “uma carta de amor para cadernos, um vôo de fantasia e também um pedaço dele mesmo”. Cada uma das páginas de Naranja está cheia de escritos, ilustrações, selos e fotos, todos documentando lindamente sua vida como viajante.

Por: Redação Hypeness – hypeness

Depois de descobrir, em 2005, os portáteis cadernos Moleskine, quase do tamanho padrão de uma fotografia e 192 páginas, Naranja se apaixonou por seu tamanho compacto. Hoje, ele faz seus próprios cadernos à mão e compartilha o processo de encadernação em seu blog. Lá ele revela: “O caderno feito por você oferece um nível de satisfação, mais elevado do que qualquer outro. Você desenvolve a paixão e o amor por ele, seus papéis e detalhes favoritos. É uma parte de si mesmo”.

Desde estudos de cores e ilustrações botânicas a histórias, ponderações pessoais e até mesmo jogos de tabuleiro feitos à mão, os cadernos de rascunhos de Naranja são uma visão incrivelmente íntima da mente do artista. Em uma página, ele ilustra um mapa de rota de sua viagem pela América, em outro, ele desenha personagens de seu filme favorito, “The Handmaiden” (em português, “A Criada”). Naranja descreve seu trabalho como “um cofre de sonhos, idéias e experiências”.

O artista vende uma compilação editada de seu melhor trabalho em um elaborado livro chamado “The Orange Manuscript”. Saiba mais em seu site e siga o artista no Instagram para ver as atualizações diárias de seus cadernos.


Salve! Pra você que chegou até aqui, nossa gratidão! Agradecemos especialmente porque sua parceria fortalece  este nosso veículo de comunicação independente, dedicado a garantir um espaço de Resistência pra quem não tem  vez nem voz neste nosso injusto mundo de diferenças e desigualdades. Você pode apoiar nosso trabalho comprando um produto na nossa Loja Xapuri  ou fazendo uma doação de qualquer valor pelo PIX: contato@xapuri.info. Contamos com você! P.S. Segue nosso WhatsApp: 61 9 99611193, caso você queira falar conosco a qualquer hora, a qualquer dia. GRATIDÃO!


Réquiem para o Cerrado – O Simbólico e o Real na Terra das Plantas Tortas

Uma linda e singela história do Cerrado. Em comovente narrativa, o professor Altair Sales nos leva à vida simples e feliz  no “jardim das plantas tortas” de um pacato  povoado  cerratense, interrompida pela devastação do Cerrado nesses tempos cruéis que nos toca viver nos dias de hoje. 
COMPRE AQUI

 

 

continua depois da propaganda