Dança Celestial

Dança Celestial

Dança Celestial

Que são e como se movem os principais corpos celestes do Sistema Solar…

Por Zezé Weiss

A definição mais comum de Sistema Solar diz que ele é o conjunto de corpos (planetas, satélites naturais, asteróides, planetas anões, cometas) e matéria (gases e poeira) que gravitam ao redor do Sol. 

Várias teorias tentam explicar sua origem. A mais aceita atualmente pelos cientistas tem como base a Hipótese Nebular. E diz que o Sistema Solar surgiu a partir de uma nuvem de um grande número de gases (oxigênio, nitrogênio, hidrogênio, hélio) e poeira cósmica – formada por elementos químicos como ferro, ouro, urânio. 

Esta nuvem, em algum momento, começou a se contrair, acumulando matéria e energia, o que acabou dando origem ao Sol e aos planetas. Isso ocorreu a mais de 4,5 bilhões de anos.

Além da Terra, outros sete planetas fazem parte do Sistema Solar: Mercúrio, Marte, Júpiter, Vênus, Saturno, Urano e Netuno. 

Plutão, que foi descoberto em 1930 e até 2006 era considerado um planeta, hoje é apontado pela comunidade acadêmica como um planeta anão (pequeno corpo do Sistema Solar). A mudança ocorreu em 2006, quando a União Astronômica Internacional alterou os critérios que até então serviam para definir um planeta.

Como organizador desse “sistema” está o Sol. Muitas civilizações politeístas acreditavam que o Sol era uma divindade – os gregos o chamavam de Hélio, os persas de Mitras e os egípcios de Rá. Hoje sabemos que ele é a estrela central do nosso sistema planetário e e também a principal fonte de energia da Terra (99,98%). 

Sua distância em relação ao nosso planeta é de aproximadamente 150 milhões de quilômetros (ou uma Unidade Astronômica – UA) Isso significa que a luz solar demora 8 minutos e 18 segundos para chegar aqui. Ainda assim, o Sol é a estrela que está mais perto da gente. Depois dele vem a Proxima Centauri, localizada a uma distância 270 mil vezes maior: sua luz demora mais de 4 anos para chegar até nós. 

CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO

A temperatura do Sol é impressionante: mais de 5 mil graus Celsius na superfície e 15 milhões de graus no núcleo central. Sua massa é 333 mil vezes maior do que a da Terra, e seu volume, mais de 1 milhão. Apesar do tamanho, o Sol é na verdade uma esfera uma esfera gasosa – com massa composta basicamente por hidrogênio (73%) e hélio. 

Até agora,  sabe-se que em torno dele gravitam pelo menos oito planetas, três planetas-anões, 138 satélites, centenas de asteróides e um grande número de cometas. 

Fonte:  Revista Nossa Terra – Biblioteca da Floresta – Rio Branco/Acre – Maio de 2010. 

 

Slide
CONTINUA DEPOIS DO ANÚNCIO
COM SEU APOIO, NÓS FAZEMOS A XAPURI ACONTECER. DOE AGORA. QUALQUER VALOR, VIA PIX.
IMG_8019
ABRA O APLICATIVO DO SEU BANCO, APONTE PARA O QR CODE E, PRONTO, É SÓ DOAR. GRATIDÃO!