“Bolsonaro não pode se misturar com meu pai”, diz filha de Glauber Rocha

Paloma Rocha se incomodou com as declarações do presidente sobre o cinema brasileiro e cancelou sua ida à inauguração do aeroporto que leva o nome do cineasta
Por  Bárbara Libório/Época

O prefeito, segundo ela, não gostou. “Ele disse que vivemos em uma democracia, mas eu disse que limitar o acesso ao público não era um ato democrático. Proibir as pessoas de fazer uma festa é algo que não tem nada a ver com meu pai”, conta.

A preocupação de Paloma também se deu com o nome do uso do pai em uma disputa política. Segundo ela, a obra foi feita por governos anteriores. “Ele acabou de entrar em conflito com os governadores do Nordeste. É uma disputa de espaço político e o Glauber estava sendo usado no meio disso tudo.”

Em meio a polêmicas, Bolsonaro inaugurou o aeroporto na Bahia. Ao final de seu discurso, disse que “ama o Nordeste” e que “somos todos paraíbas”. Ele também “lamentou muito” que o governador da Bahia, Rui Costa (PT), estivesse ausente — Costa se encontrou com Paloma pela manhã, mas ambos se ausentaram da inauguração.

Salve! Este site é mantido com a venda de nossas camisetas. É também com a venda de camisetas que apoiamos a luta do Comitê Chico Mendes, no Acre, e a do povo indígena Krenak, em Minas Gerais. Ao comprar uma delas, você fortalece um veículo de comunicação independente, você investe na Resistência. Comprando duas, seu frete sai grátis para qualquer lugar do Brasil. Visite nossa Loja Solidária, ou fale conosco via WhatsApp: 61 9 9611 6826

 

Comentários

%d blogueiros gostam disto: