Educador cita as principais pautas para 2020, como Fundeb, escolas cívico-militares e ciência e tecnologia

Daniel Cara

“Agora, precisamos demonstrar poder de proposição, dizer o que precisa ser feito para tirar o país desse marasmo.” A análise de Daniel Cara, coordenador da Campanha Nacional pelo Direito à Educação, dá pistas do que deve ser a agenda educacional em 2020. Depois de um ano em que MEC se consagrou como “o pior Ministério da Educação da história e o mais despreparado entre os ministérios de Jair Bolsonaro”, o educador cobra que a pasta corresponda, de fato, aos desafios educacionais e se afaste da pauta ideológica para a qual serviu até então, sob o comando de Abraham Weintraub.
Em entrevista a CartaCapital, dentro da série “2020 em 10 pontos”, o educador cita as principais pautas da educação para 2020, caso do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação) que, por lei, tem validade até dezembro de 2020 e estará entre as pautas de votação na Câmara e Senado. Daniel Cara ainda comenta sobre temas como escolas cívico-militares, Escola sem Partido, Plano Nacional de Educação, Future-se e movimentos estudantis. Confira!

Fonte: apubh.org.br

Salve! Este site é mantido com a venda de nossas camisetas. É também com a venda de camisetas que apoiamos a luta do Comitê Chico Mendes, no Acre, e a do povo indígena Krenak, em Minas Gerais. Ao comprar uma delas, você fortalece um veículo de comunicação independente, você investe na Resistência. Comprando duas, seu frete sai grátis para qualquer lugar do Brasil. Visite nossa Loja Solidária, ou fale conosco via WhatsApp: 61 9 9961 1193.

Comentários

%d blogueiros gostam disto: