Bolsonaro revela que tem crises de choro de madrugada

Em entrevista à revista “Veja” em 31 de maio de 2019, o presidente Jair Bolsonaro revelou choro e descontrole emocional diante das pressões do cargo.

“Já passei noites sem dormir, já chorei pra caramba também. Angústia, né? Tá faltando o mínimo de patriotismo para algumas pessoas que decidem o futuro do Brasil”, disse Bolsonaro na entrevista.

Ele também afirma ser vítima de “sabotagens”: “É uma luta de poder. Há sabotagens às vezes de onde você nem imagina”, afirmou. “No Ministério da Defesa, por exemplo, colocamos militares nos postos de comando.

Antes, o ministério estava aparelhado por civis. Havia lá uma mulher em cargo de comando que era esposa do 02 do MST. Tinha ex-deputada do PT, gente de esquerda… Pode isso? Mas o aparelhamento mais forte mesmo é no Ministério da Educação.”

Afirmou que não é contra ter nas escolas e universidades aulas sobre Che Guevara, o guerrilheiro líder da Revolução Cubana. Mas ressaltou: desde que se fale aos estudantes sobre o coronel Brilhante Ustra (torturador durante a ditadura militar).

Disse que sente uma pressão “muito grande” no cargo. “Mas o que é governabilidade?”, questionou.

Para Bolsonaro, a maioria dos parlamentares teria entendido a mudança de como se faz política em sua gestão.

“Imaginava que ia ser difícil, mas não tão difícil assim. Essa cadeira aqui é como se fosse criptonita para o Super-Homem. Mas é uma missão”, desabafou o presidente.

Do Catraca Livre

Salve! Este site é mantido com a venda de nossas camisetas. É também com a venda de camisetas que apoiamos a luta do Comitê Chico Mendes, no Acre, e a do povo indígena Krenak, em Minas Gerais. Ao comprar uma delas, você fortalece um veículo de comunicação independente, você investe na Resistência. Comprando duas, seu frete sai grátis para qualquer lugar do Brasil. Visite nossa Loja Solidária, ou fale conosco via WhatsApp: 61 9 9611 6826.

Leave a Reply

Your email address will not be published.