O teatro dos mascarados.

Por Moisés Mendes

Os desencontros na entrevista coletiva para anúncio das medidas do governo criaram mais uma imagem quase teatral dos desencontros no reduto bolsonarista.

As primeiras cenas foram de Sergio Moro com máscara, Paulo Guedes sem máscara. Luiz Henrique Mandetta também sem máscara.

Bolsonaro uma hora com máscara, outra sem máscara (com o pano dependurado na orelha).

Uns falaram sem máscara, botaram a máscara, tiraram a máscara, enquanto o próprio Ministério da Saúde diz que pessoas sem sintomas não devem usar a proteção.

É um governo que não se entende nem na hora de tirar ou colocar a máscara.

Pra que a cena da máscara, se todos falaram ao lado do outro, quase grudados, sem máscara? Para fazer a foto da conexão de todos os ministros em torno do chefe que finalmente admitiu a gravidade da peste. Faltou a Damares.

Que falta faz um haitiano numa entrevista coletiva em que usam máscaras apenas como fantasia.

Fonte: DCM

Salve! Este site é mantido com a venda de nossas camisetas. É também com a venda de camisetas que apoiamos a luta do Comitê Chico Mendes, no Acre, e a do povo indígena Krenak, em Minas Gerais. Ao comprar uma delas, você fortalece um veículo de comunicação independente, você investe na Resistência. Comprando duas, seu frete sai grátis para qualquer lugar do Brasil. Visite nossa Loja Solidária, ou fale conosco via WhatsApp: 61 9 99611193

 

Leave a Reply

Your email address will not be published.