Por Manuela D’Ávila no Facebook

Vadia. Foi de vadia que o deputado que fazia pornô me chamou ontem, na Câmara dos Deputados. Enquanto ele tentava conectar palavras, Eu estava autografando os meus livros com Laura rodeada de amor. Escutei as palavras mais doces e lindas de centenas de pessoas, quase todas mulheres. Mulheres que têm seus filhos ou não quiserem tê-los, mulheres que se preocupam comigo e com minha filha, mulheres que carregam as cicatrizes de ouvirem que são vadias cada vez que suas vidas livres se parecem com um dedo erguido na cara de um idiota e com a masculinidade frágil como esse deputado que me agrediu.

Pra cada grito de “vadia” mais liberdade.
Para cada gesto de ódio, mais amor.
Vocês passarão. Nos passarinho. ❤️

Salve! Este site é mantido com a venda de nossas camisetas. É também com a venda de camisetas que apoiamos a luta do Comitê Chico Mendes, no Acre, e a do povo indígena Krenak, em Minas Gerais. Ao comprar uma delas, você fortalece um veículo de comunicação independente, você investe na Resistência. Comprando duas, seu frete sai grátis para qualquer lugar do Brasil. Visite nossa Loja Solidária, ou fale conosco via WhatsApp: 61 9 9611 6826.

Comentários

%d blogueiros gostam disto: