Caso você viva ou esteja na região de Brasília neste sábado, 28 de janeiro, anote aí: Em Formosa, Goiás, cidade localizada a 100 km de Brasília, um grupo de entidades e movimentos sociais realizam, na parte da manhã, no auditório da Prefeitura Municipal, o Seminário “Previdência, Trabalho, Educação: Nenhum Direito a Menos.”  O Seminário começa às 9h e prossseguirá por todo o período da manhã.

O Encontro faz parte da série da diálogos iniciadas em 17 de dezembro de 2016, com o Seminário “Sindicato e Sustentabilidade – Um caminho possível” , realizado nas terras do Bem-Querer, na sede da Xapuri, em Formosa, para compartilhar informações e organizar a resistência contra a pauta retrógrada da “pinguela para o passado”, instalada no país contra os direitos e conquistas da classe trabalhadora e da maioria do povo brasileiro.

Em 14 de janeiro de 2017, os movimentos sociais de Formosa se uniram, novamente, para debater os retrocessos da política agrária. O encontro, realizado no Acampamento Dom Tomás Balduíno, na área rural de Formosa, contou com a presença de 141 participantes. Os resultados animadores do diálogo que se avoluma em defesa dos direitos dos trabalhadores e das trabalhadoras fortalece a esperança da organização para o seguimento da agenda e realização do encontro deste 28 de janeiro.

Para o dia 28 de janeiro, estão confirmadas as participações especiais de Carlos Gabas, ex-ministro da Previdência do governo Dilma Rousseff, do advogado trabalhista Paulo Roberto Silva, e da professora Luciana Custódio, do Sinpro-DF. A moderação será feita por Nilza Cristina, também do Sinpro-DF. Os três palestrante tratarão, respectivamente, dos temas Previdência, Trabalho e Educação.

O Seminário sobre “Previdência, Trabalho, Educação: Nenhum Direito a menos” é uma organização do Partido dos Trabalhadores de Formosa-GO, em parceria com o Sindicato dos Trabalhadores do Ramo Financeiro da Região Integrada de Desenvolvimento Econômico (Sintraf-RIDE), com o apoio da CUT-Brasília, da FETEC-CN, Sinpro-DF, Sindicato dos Bancários de Brasília e da Xapuri Socioambiental, que se sente muito honrada em se somar nesse esforço de conscientização e mobilização.

Anúncios

Comentários

X
preloader