Antonio Carlos Sestaro nos dá a boa notícia de que a liminar que suspendia o decreto 10.502/2020 que tramitava no STF Foi aprovada – 9 votos a favor e dois contra. Essa foi uma luta da Coalização Brasileira pela Educação Inclusiva e o Decreto visava segregar e não Incluir 

“Vencemos! O Supremo Tribunal Federal garantiu a suspensão do Decreto 10.502/2020, que permitia a segregação de crianças e adolescentes com deficiência da escola comum. Foram 9 votos pela suspensão e 2 contra.

As dezenas de organizações sociais que compõem a Coalizão Brasileira pela Educação Inclusiva, além de famílias, professoras, diretoras, escolas, gestoras da educação e todas as pessoas que atuam pela educação inclusiva celebram e comemoram a suspensão do Decreto da Exclusão.

Essa vitória só foi possível porque essa mobilização foi – e é – feita em coletivo, com o apoio e a articulação de pessoas, escolas e organizações de todo o país que defendem o direito de vivermos em uma sociedade plural e diversa.

Seguimos juntos e atentos pela efetividade da #InclusãoPraTodoMundo, do direito à educação de qualidade para todos os estudantes e para avançarmos cada vez na melhoria da educação inclusiva em todas as regiões do país.

#EscolaEspecialNãoÉInclusiva
#SegregarNãoÉIncluir

Salve! Este site é mantido com a venda de nossos produtos. É, também, com um percentual dessas vendas, que apoiamos a luta do Comitê Chico Mendes, no Acre, do povo Krenak, em Minas Gerais, do Museu Kalunga Iaiá Procópia, em Goiás e do povo Xavante, no Mato Grosso. Ao comprar em nossa Loja Xapuri, você fortalece um veículo de comunicação independente, você investe na Resistência. Contamos com você! WhatsApp: 61 9 99611193.

 

%d blogueiros gostam disto: