Palavra do Presidente: “Alguns vão morrer, lamento, é a vida”. Esta matéria, publicada logo no início da pandemia, em 27 de março de 2020, continua atual. Em entrevista ao apresentador Luiz Datena, Jair Bolsonaro criticou novamente as medidas de isolamento social aplicadas no Brasil em função da contenção do novo coronavírus e chamou, mais uma vez, a Covid-19 de “gripezinha”

Do Sputnik Brasil via Brasil 247

O presidente Jair Bolsonaro disse na sexta-feira, 27 de março de 2020,  que “alguns vão morrer” pelo novo coronavírus, mas não se “pode parar uma fábrica de automóveis porque tem mortes no trânsito”.

%d blogueiros gostam disto: