Os caminhos da soja –

“Digo que  fui, digo que gostei. À passeata forte, pronta comida, bons repousos, companheiragem. O teor da gente se distraía bem”. João Guimarães Rosa

A soja é hoje um dos principais produtos agrícolas do Brasil, mas, até chegar a este ponto, ela percorreu um longo caminho.

O feijão-japonês, feijão-chinês ou feijão-de-soja é uma leguminosa originária da China e do Japão e cultivada por lá há muitos séculos. Só que o Japão, onde esse grão é a base de toda a alimentação, sem espaço pra cultivar o tanto que precisa, dependia muito dos Estados Unidos.

Por isso, fez um acordo com o governo brasileiro e, na década de 1970, pôs em ação a JICA (Japan International Cooperation Angency), agência que financiou o Programa de Desenvolvimento do Cerrado (Prodecer).

Esses recursos financeiros pagaram as pesquisas da Embrapa, que desenvolveu a soja tropical, adaptada ao clima temperado, já que no Brasil ela só era cultivada na região fria, ou seja, os estados do Sul. E financiou também produtores rurais dispostos a cultivar esse feijão. As primeiras plantações foram experimentadas no Sudoeste goiano, especialmente em Rio Verde, Santa Helena e Jataí, e depois se espraiaram pelo país inteiro.

Hoje, o grão já é plantado em todas as regiões, o que inclui Rondônia, Maranhão, Pará e vários estados do Nordeste.

About The Author

Xapuri

Related Posts

Deixe uma resposta