Esta dica para vender queijo de cabra nos veio de Portugal:

Os queijos de cabra e de ovelha são saborosos e com enorme variedade. Temos ainda mais sabores do que as grandes marcas, e a bons preços. Mas eles sabem vender longe. Precisamos de grupos de produtores para ratear o custo de promoção e transporte.

Há anos estive num grupo de trabalho para aumentar as vendas dos queijos nórdicos na Alemanha, onde outros países já tinham forte presença. Após estudá-los, decidi entrar apenas nos nichos gourmet da grande Berlim e das cidades do Norte.

Fizemos parceria com um distribuidor de vinhos para, nas provas dele, também participarmos. E ainda com pequenas redes locais de mercados gourmet onde tínhamos provas não com 3 ou 4 queijos fáceis de penetrar, mas com 10, para que o consumidor potencial provasse a diversidade. E fizemos uma tábua de queijos, promoção, em design moderno, com as 10 variedades.

Com o distribuidor de vinhos fizemos no seu armazém um evento, no meio da tarde, para uma centena de jornalistas e chefs de bons restaurantes. Ensinamos a servir vinhos/queijos a um grupo de dança folclórica, que na roupa típica tinha aqui e acolá a imagem de alguma das marcas propostas.

As fotos das bailarinas foram divulgadas pelos jornais locais, o que atraiu a atenção de clientes potenciais. Após as danças, enquanto os rapazes serviam, as moças obtinham de cada participante o e-mail e a avaliação para cada produto. A cada um foi depois ofertada uma tábua de queijos, para testá-la com os seus melhores clientes.

Se você tem cabras ou ovelhas, junte um grupo para produzir queijos, tente formar um grupo para vender longe e assim lucrar mais. Estes e muitos outros truques só surtem efeito se individualizados para cada nicho de mercado.

ANOTE AÍ:

Jack Soifer é escritor e mora em Portugal.

 

About The Author

Autor de ‘Empreender Ecoturismo’,
‘Transportes’ e ‘A Grande Pequena Empresa’.

Related Posts

Deixe uma resposta