Plataformas montadas no alto das copas das árvores constituem uma das mais novas modalidades esportivas no país. O arvorismo, que chegou ao Brasil em 2001, atrai cada vez mais adeptos da aventura de caminhar entre árvores com mais de dez metros de altura. Os praticantes percorrem um trajeto suspenso, ultrapassando diferentes tipos de barreiras como escadas, pontes, tirolesas, em meio a outras atividades que podem ser criadas. Além de árvores, postes também podem servir de base para a prática do esporte.

O arvorismo começou na Europa como instrumento para pesquisadores realizarem estudos da fauna e da flora, particularmente sobre espécies que são encontradas somente nas copas das árvores. A partir de então, praticantes de técnicas verticais foram adaptando o conceito, até a prática tornar-se uma modalidade de esporte ecológico, realizado também indoor, por exemplo nos shoppings de grandes cidades e em academias.

Em Goiás, vários lugares oferecem o esporte, um deles é a Santa Branca Ecoturismo, que dispõe de atividades de aventura para adultos e crianças. Com percurso de arvorismo composto de dez obstáculos diferentes, sendo escadas e teias de cordas e pneus, pontes feitas de troncos, pencil e mistas, túnel de tambores, trava solta e rapel. O percurso se divide em três etapas: de acordo com a agilidade do praticante aumenta o grau de dificuldade.

Para a prática do arvorismo não é necessário ser atleta, mas é preciso disposição e coragem para superar os desafios. A aventura é supervisionada por monitores treinados e dispõe de equipamentos como cadeirinha, cabos, mosquetão, polia e capacete, para a segurança do praticante.

Os aventureiros estimulam a capacidade individual na prática do esporte, que exercita o corpo e a mente, desenvolvendo o equilibrio interior e aliviando o stress diário.

Gratidão. Cássia Oliveira, Conselheira da Revista Xapuri, é uma Alquimista. Editora da Revista Viu?, da Revista Pequi e de vários eco mapas de Formosa e região.  Cássia cria, como poucas pessoas, revistas lindas, de excelentes conteúdos e diagramação impecável. Anos atrás circulou em nossa região a belíssima Eco Magazine, uma produção da Alquimia, editora da Cássia. Agora, generosamente, Cássia disponibilizou os acervos da Alquimia para a Revista Xapuri. A matéria sobre São Jorge, publicada na edição de dezembro de 2014, foi inspirada em matéria da jornalista Dida Brasil para a Eco Magazine. O texto desta matéria sobre Arvorismo foi extraído na íntegra dos acervos a Eco Magazine. Gratidão, Dida Brasil. Gratidão, Cássia Oliveira. [/box]

About The Author

Related Posts

Deixe uma resposta