As Cavalhadas são representações baseadas nas tradições de Portugal e da Espanha na Idade Média. O teatro é ambientado no século VIII, na região dos Pireneus, entre a Espanha e a França, simbolizando o combate entre o exército cristão de Carlos Magno e os muçulmanos da Mauritânia, para decidir quem detinha a fé verdadeira.

Durante séculos essa história foi cantada por trovadores, até que no final do século XV Isabel I, a Católica, de Portugal, decidiu estabelecer unidade religiosa no reino de Castela e Leão, implantando o Catolicismo nas terras conquistadas. Uma das medidas foi criar uma festividade para incentivar o culto cristão.

No dia de Pentecostes, a corte portuguesa saía em procissão do palácio até a catedral, onde era rezada missa solene dedicada ao Divino Espírito Santo. O rei e a rainha, em trajes de gala, portando a coroa e o cetro, seguiam acompanhados da alta nobreza, ostentando o brasão real português e grandes bandeiras em vermelho com o símbolo do Divino bordado, acompanhados por banda de música.

REGISTROS NO BRASIL

A Festa do Divino Espírito Santo e as Cavalhadas foram trazidas para o Brasil pelos colonizadores portugueses no século XVI. A mais antiga de que se tem notícia no país foi encenada em Pernambuco em 1584. Há registro de Cavalhadas em 1609, em Pernambuco e no Rio de Janeiro. A festa foi descrita também em 1745, em Recife. O espetáculo reproduz a nobreza dos reis, príncipes e embaixadores.

As nossas Cavalhadas são compostas por dois grupos de 12 cavaleiros, um deles vestido de azul, representando os cristãos, e o outro grupo trajando vermelho, simbolizando os mouros, povos do norte da África, Marrocos e Mauritânia, que dominaram por séculos a Península Ibérica. Um momento emocionante é o batismo dos mouros, derrotados, por um padre, marcando a conversão deles ao Cristianismo.

Foto: David Rego Jr. – MTUR

GOIÁS

As Cavalhadas são realizadas há mais de 200 anos em Goiás, unindo religiosidade, cultura, turismo e economia, e valorizando o patrimônio imaterial do Estado. O Circuito Cavalhadas de Goiás, coordenado pela Goiás Turismo, busca valorizar a tradição e destacar o espetáculo nos municípios de Corumbá de Goiás, Crixás, Hidrolina, Jaraguá, Palmeiras de Goiás, Pilar de Goiás, Pirenópolis, Posse, Santa Cruz de Goiás, Santa Terezinha de Goiás e São Francisco de Goiás.

O trabalho da Agência Goiana de Turismo com a criação do Circuito estabelece um elo entre os municípios que mantêm a tradição das Cavalhadas, preserva e incentiva a retenção da história, o folclore e a religiosidade do povo goiano. A festa, que mistura elementos sagrados e símbolos pagãos, atrai milhares de turistas a essas cidades, que movimentam e enriquecem a economia local, incrementando as vendas e gerando empregos.

Na capitania de Goiás, a mais antiga apresentação das Cavalhadas da qual se tem registro foi encenada no arraial de Santa Luzia, atual cidade de Luziânia, no dia 6 de janeiro de 1751.

As Cavalhadas foram implantadas nos municípios goianos do Ciclo do Ouro. Além da festa litúrgica, missa e novena, a celebração no período colonial origina os elementos culturais e religiosos da festa no Centro-Oeste brasileiro: Império do Divino, Entrada da Rainha e Cavalhadas. Em Santa Cruz de Goiás a festa é realizada ininterrupta há mais de 200 anos.

Foto: Curta Mais

CALENDÁRIO DAS CAVALHADAS GOIANAS EM 2018

DIAS MÊS LOCAL
19 e 20 Maio Posse
19 e 20 Maio Santa Cruz
20 e 21  Maio Jaraguá
20 e 22  Maio Pirenópolis
01 e 03 Junho Palmeiras de Goiás
09 e 10  Junho Crixás
09 e 10  Junho São Francisco de Goiás
14 e 15  Junho Cedrolina – Distrito de Santa Terezinha de Goiás
16 e 17  Junho Hidrolina
07 e 09 Setembro Corumbá de Goiás
08 e 09 Pilar de Goiás

Foto: Comissão Goiana de Folclore

Fonte: emaisgoias

Salve! Este site é mantido com a venda de nossas camisetas. É também com a venda de camisetas que apoiamos a luta do Comitê Chico Mendes, no Acre, e a do povo indígena Krenak, em Minas Gerais. Ao comprar uma delas, você fortalece um veículo de comunicação independente, você investe na Resistência. Comprando duas, seu frete sai grátis para qualquer lugar do Brasil. Visite nossa Loja Solidária, ou fale conosco via WhatsApp: 61 9 9611 6826.

Leave a Reply

Your email address will not be published.