Pra quem decide enfrentar os 11 dias de caminhada pelos 241 quilômetros do Caminho do Sol, que vai de Santana de Paranaíba a Águas de São Pedro, justo na metade da jornada, a pessoa peregrina encontra o providencial oásis da Fazenda Milhã, no município de Capivari.

Depois de seguir por cinco dias em jornadas escaldantes entre imensas extensões de canaviais onde, segundo um caminhante, “a única sombra que se vê é a própria sombra”, no sexto dia a paisagem muda.

Daí, até chegar à Pousada da Fazenda Milhã, são cinco quilômetros de caminhada entre frondosas árvores de uma mata ciliar exuberante às margens da represa que fornece a água boa que abastece a população de Capivari.

“Eles chegam entre uma e duas horas da tarde, caindo das pernas, muito cansados, mas também muito animados. Descansam, visitam nossos jardins e mandalas, jantam, dormem, e no dia seguinte seguem rumo à Casa de Santiago, em Águas de São Pedro. Em geral, os grupos são de 10 a 20 pessoas. Mas também chegam grupos maiores, de mais de 50 caminhantes”, diz Maria Christina Pacheco, sócia-proprietária da Fazenda Milhã.

Os grupos maiores são sempre recebidos no Casão, estrutura centenária construída por escravos no final do século XIX. “Ao receber os peregrinos, honramos os escravos e caboclos que ajudaram meu bisavô a construir o Casão, inaugurado em 1839. Faço parte da quarta geração de cuidadores deste espaço sagrado. Espero que, depois de mim, o projeto prossiga com a quarta geração, sob os cuidados de meu filho José Luiz, “completa Christina.

O CAMINHO DO SOL

A participação no roteiro do Caminho do Sol, que é o correspondente brasileiro do milenar Caminho de Santiago de Compostela, na Espanha, se deu por iniciativa de Maria Christina Pacheco, que procurou se integrar desde o começo do projeto, em 2002.

“Li, em uma matéria de jornal, que José Carlos Palma planejava o roteiro passando por Capivari. Procurei a Secretaria de Cultura Municipal e ofereci a Fazenda Milhã para a hospedagem, sem ter ideia do que vinha pela frente. Nossa primeira recepção foi para um grupo que já tinha feito o Caminho de Santiago. Fizeram reserva para 20. Chegaram 99 caminhantes.

Desde então, cerca de 11 mil peregrinos já fizeram o percurso. Antes de iniciar a caminhada, em Santana do Paranaíba, os participantes acompanham uma palestra e recebem um guia. Aqui na Fazenda Milhã, organizamos um receptivo com água e maçãs assim que se aproximam da área verde da represa. E durante todo o tempo que passam conosco procuramos animá-los com mensagens motivacionais. Foi e é um desafio e tanto”, diz Christina.

About The Author

Eduardo Pereira

Produtor Cultural

Related Posts

Deixe uma resposta