Fernando de Noronha: Um paraíso de fantásticas trilhas ecológicas –

Localizada no litoral pernambucano, a cerca de 545 km de Recife, a ilha de Fernando de Noronha é um paraíso quase intocado, protegido por um Parque Nacional Marinho (Panamar) e uma Área de Proteção Ambiental (APA).

Em Noronha, um dos pontos fortes do ecoturismo são as trilhas ecológicas. Variando entre 1,5 e 7 km de extensão, sendo que algumas delas são pagas e algumas só podem ser feitas com a presença de guias. Mas, em qualquer situação, as fantásticas trilhas de Noronha oferecem oportunidades de lazer ecológico para todos os gostos. Algumas delas:

Trilhas do Panamar: Baía do Sancho, Pontinha Pedra Alta, Ponta do Capim-Açu, do Farol e trilha da Baía dos Golfinhos. Da APA: Jardim Elizabeth, Costa Azul e Costa Esmeralda.

A trilha mais longa é a de Capim-Açu, com cerca de 7 km de extensão.

No caminho, podem ser vistas as famosas ruínas da segunda guerra mundial.

Outra trilha fabulosa é da Baía do Sancho, cujo mirante de 40 metros de altura só pode ser acessado por escadas cavadas em uma fenda que fica bem perto de um penhasco.

Já na trilha da Pontinha Pedra Alta, quem faz trekking pode avistar a pedra seca, local do primeiro naufrágio ocorrido no Brasil, no ano de 1503.

Bem mais recente, a trilha dos Abreus é belíssima, mas bastante rústica, com muitas subidas e descidas.

E tem também a trilha do Farol, com muitos mirantes pelo caminho; a trilha Jardim Elizabeth, local escolhido pelos holandeses para aclimatar as plantações trazidas da Europa; e a mais calma de todas, a Baía dos Golfinhos, com seu mirante de 70 metros de altura, de onde se pode ver o show dos golfinhos rotadores.

A trilha da Costa Esmeralda corta três belas praias, a do Bode, a de Quixaba e a da Cacimba do Padre, é a mais litorânea de todas. O ponto forte dessa trilha é observar as Catraias, aves marinhas primas dos pelicanos, que mergulham no mar em busca de alimentos. Dela se podem avistar as rochas Dois Irmãos, fontes de inspiração para a Lenda do Pecado.

E tem ainda a trilha da Costa Azul, que dá acesso às ruínas do forte de Santa Cruz e ao Morro do Pico, outra referência da Lenda do Pecado, uma das mais ouvidas na Ilha de Fernando de Noronha.

Fernando de Noronha

A LENDA DO PECADO

Uma das histórias mais famosas de Fernando de Noronha é a Lenda do Pecado, que fala do amor proibido de dois seres gigantescos, que remonta às míticas histórias da Grécia Antiga. O casal teria sido castigado por ter amado demais e pecar por amor. Para ela, o castigo foi ter seus seios eternizados nas águas azul turquesa, em pedra, no Morro dos Dois Irmãos; para ele, a pena de ter seu falo petrificado, também em pedra, no Morro do Pico, ponto mais elevado de Noronha.

Eduardo Pereira
@weiss_guru

Fonte: https://becodenoronha.com.br/wp/fernando-de-noronha-curiosidades-uma-ilha-cercada-por-lendas/

Comentários

%d blogueiros gostam disto: