Belo Horizonte: Primeira capital a aprovar o retrocesso da Escola sem Partido

Projeto deve ser votado em segundo turno na Câmara Municipal no ano que vem. População foi impedida de acompanhar a votação

continua depois da propaganda