Somos Todas Marias,tecelãs universais da vida
MARIAS
São tantas as Marias
As de Jesus e José
As da Fé e dos Milagres
Das Dores e da Luz
Do Rosário e do Socorro
De Fátima e Aparecida
Em esculturas de gesso
De porcelana e de prata
Tem também as de louça
Mas as Marias de carne e osso são milhões no Brasil
Umas amadas, outras feridas
Tecelãs universais da vida
Guerreiras do planeta Terra
Da fartura e da fome
Do velho continente
Aos confins do sertão
Minha alma se alegra!
Sou também Maria!
Ou todas elas unidas
Pela magia do nome
Na labuta do dia a dia
Sou simplesmente Maria!
Poema de Maria Felix Fontele “em homenagem a todas as mulheres, pois, no fundo, somos todas Marias.
 ANOTE AÍ!
Maria Félix Fontele, poetisa, jornalista, editora, escritora e ghost writer na empresa  Marianete, trabalhou como chefe de reportagem no jornal Correio Braziliense, da capital federal do Brasil e também no Governo do Distrito Federal. Maria Felix Fontele é casada com o poeta e cordelista Gustavo Dourado, presidente de Academia Taguatinense de Letras do Distrito Federal, com Gustavo Dourado, com quem tem dois filhos: Gustavo e Elias.
Foto interna: Acervo Maria Felix Fontele
Foto de capa: Elon Brasil

About The Author

Maria Félix Fontele

Related Posts

Deixe uma resposta