Combate à violência e ao feminicídio são temas do

X Concurso de Redação e Desenho do Sinpro-DF

É preciso fomentar o debate sobre as consequências da violência

contra a mulher e combater um problema que afeta todas e todos

O ano de 2019 mal começou e somente na primeira semana foram registrados 21 casos de feminicídio e 11 tentativas de assassinatos de mulheres. As estatísticas assustam e é fundamental suscitar o debate em todas as esferas, inclusive, no ambiente escolar.

Sem dúvida, faz-se necessário e urgente impulsionar a conversa sobre a importância do combate à violência contra a mulher, por esse motivo, este ano, o tradicional Concurso de Redação e Desenho do Sindicato dos Professores no Distrito Federal (Sinpro-DF) terá como tema “Feminicídio: ato final da violência doméstica”.

A escolha do tema surgiu pensando na categoria que é formada majoritariamente por professoras, além disso, o Sinpro-DF sempre atuou encabeçando lutas de interesse das mulheres. Exemplo deste comprometimento é que o sindicato foi a primeira entidade a criar uma pasta específica para este segmento. O surgimento da Secretaria de Assuntos e Políticas para Mulheres Educadoras foi um marco da luta do sindicato que transpôs as barreiras da mera luta econômica, para assuntos bem mais amplos.

Essas lutas tiveram papel fundamental na conquista da Lei Maria da Penha, em 2006, e do Feminicídio, em 2015. A tipificação do crime foi um passo comemorado por militantes e especialistas na área por dar visibilidade e mostrar com mais precisão o cenário da desigualdade de gênero no país.

E inserir os(as) alunos(as) nessa discussão serve justamente para desconstruir as relações de gênero opressoras, uma vez que a violência doméstica reflete diretamente na vida dos(as) estudantes.

Como determina a Organização das Nações Unidas (ONU), é preciso unidade entre os países da América Latina na busca pela elaboração de leis e políticas públicas que busquem erradicar essa violência. Só assim, será possível formar cidadãos pautados pela paz, pela cultura, liberdade, respeito e igualdade.

As inscrições para o X Concurso de Redação e Desenho do Sinpro-DF começam em 18 de fevereiro. Mais informações no site: www.sinprodf.org.br

Denúncias

As mulheres vítimas de agressões atualmente têm à disposição vários canais de denúncias. O mais comum deles é a Central de Atendimento à Mulher, disponível pelo telefone 180.

Há também os Centros Especializados de Atendimento às Mulheres (CEAM), em que as mulheres em situação de violência têm acesso ao atendimento psicológico, social, orientação e encaminhamento jurídico.

Existe também o Programa Superando a Violência oferece atendimento e proteção às vítimas e aos familiares. O contato é realizado pelo e-mail provitima@sejus.df.gov.br, ou diretamente na sede, na Estação Rodoferroviária. E as Delegacias Especiais de Atendimento à Mulher (Deam).

DENUNCIE!

NÃO SE CALE!

 

One Response

  1. RAQUEL FREITAS DE SOUZA SILVA

    Gostaria mto de participar do concurso de redação. Mas sou de manaus

    Responder

Leave a Reply

Your email address will not be published.