fbpx
O recordar da vida interior –  As aflições que o mundo exterior causam na vida do homem moderno o angustia de um modo tal que, de início, ele nem mesmo acredita ser possível uma vivência da vida de interioridade. As preocupações do cotidiano tenta, veementemente, se impor sobre as ocupações de sobrevivência fazendo, de certo modo, se parecer necessárias.
Por Padre Joacir S. d´Abadia
Neste momento da vida, permeada de tarefas, tudo parece ser encantador aos olhos tardios de quem não consegue desfazer-se dos envóluques aceitos como essenciais na vida, sem os quais, a mesma vida parece nem ter sentido. Para retomar à vida leve dos afazeres fugazes, o homem recorda de sua vida interior por meio do diálogo.
Ao se colocar à beira do caminho, o homem enxerga todos que passam no seu percurso de vida interior e ainda vê sua preocupação com o mundo externo. Com isso, consegue dialogar, sobretudo, com sua vida que recorda o seu interior.
Recorda-se quem és de verdade, quando não necessita afirmar uma vida exterior que causa muito mais fadiga e desalento à vida interior, aquele homem que dialoga com o mundo, mas consegue, com ousadia, manter sua vida no caminho de vida interior. O caminho é aberto por meio dos vários encontros que se vai tendo na construção de uma entrega que exige respostas novas, com uma esperança renovada.
Uma boa palavra para recordar neste caminho de identidade é a palavra do silêncio. Ter presente o silêncio se torna  um sinal de entrega, uma estratégia que se constitui na conexão com a vida cotidiana. É uma indicação vital ao longo do percurso, onde a escuta se dá na novidade, uma vivência diária. Todos os dias tem sua novidade, a novidade de ser mais um dia, porém este “mais” um dia, é o “agora”: o sempre novo de todos os dias.

Padre Joacir d’Abadia [e filósofo e escritor e autor de 15 livros.


Salve! Pra você que chegou até aqui, nossa gratidão! Agradecemos especialmente porque sua parceria fortalece  este nosso veículo de comunicação independente, dedicado a garantir um espaço de Resistência pra quem não tem  vez nem voz neste nosso injusto mundo de diferenças e desigualdades. Você pode apoiar nosso trabalho comprando um produto na nossa Loja Xapuri  ou fazendo uma doação de qualquer valor pelo PIX: contato@xapuri.info. Contamos com você! P.S. Segue nosso WhatsApp61 9 99611193, caso você queira falar conosco a qualquer hora, a qualquer dia. GRATIDÃO!

loja Xapuri camisetas

Réquiem para o Cerrado – O Simbólico e o Real na Terra das Plantas Tortas

Uma linda e singela história do Cerrado. Em comovente narrativa, o professor Altair Sales nos leva à vida simples e feliz  no “jardim das plantas tortas” de um pacato  povoado  cerratense, interrompida pela devastação do Cerrado nesses tempos cruéis que nos toca viver nos dias de hoje. 

COMPRE AQUI

Réquiem para o Cerrado