Assim nasceu Formosa, segundo Olympio Jacintho

“Houve, na margem esquerda do ribeirão Paranã, um povoado, situado por baixo da barra do ribeirão Itiquira, afluente da margem esquerda daquele.”

Esse povoado, que tinha a denominação de arraial de Santo Antônio (dele existem taperas de casas e de uma capela), foi edificado em local inabitável: entre várzeas paludosas e o mal afamado ribeirão Paranã que, depois de receber inúmeros afluentes, é um dos maiores tributários do rio Tocantins.

Os habitantes desse povoado, vendo-se dizimados, todos os anos, pelas febres intermitentes, transferiram-se para a localidade onde hoje se acha a cidade de Formosa, distante oito léguas dali, por ser salubre, e porque nela se estacionavam os negociantes ambulantes de fazendas, ferragens, sal e café, que vinham sobretudo de Minas Gerais, e, receosos das febres do Paranã, ali esperavam que os paranistas viessem trazer-lhes gado, couros solas e salitre, para permutarem suas mercadorias.” Fonte: Olympio Jacintho, em Esboço histórico de Formosa, 1979.

Feliz 174º Aniversário, Formosa!

Com muito orgulho, neste 174º aniversário de Formosa, nós, da 12ª diretoria (gestão 2017–2019) do Sinprefor, fundado em 28 de dezembro de 1988, para organizar os servidores formosenses e defender seus direitos, compartilhamos esse registro do pesquisador Olympio Jacintho, para fortalecer nossa identidade e celebrar nossa História.

Formosa é um município brasileiro do estado de Goiás. Situa-se a 75 quilômetros de Brasília, e a 282 km Goiânia. A população do município de Formosa é de 114 036 habitantes, de acordo com estimativas de 2016 do IBGE.  Dados: Wikipédia
Elevação916 m
Hotéis3 estrelas por uma média de R$277, 5 estrelas por uma média R$325. Ver hotéis
População100.084 (2010)

About The Author

Related Posts

Deixe uma resposta