Por Lúcia Resende

Ele sempre aparece nas mesas brasileiras na hora do lanche. Mas, depois de uma boa chuva, ou até de uma chuvinha, é por certo a melhor pedida para acompanhar um café – ou chá, ou suco, ou leite… Daí, certamente, o nome.

Esta receita vem lá das Minas Gerais, Triângulo Mineiro, município de São Francisco de Sales, que é onde vive hoje a Daisy Queiroz, filha da prima Roseli e bisneta da tia Debraíla Vilas Boas, a melhor quitandeira da família e da região, que se foi há quase duas décadas, mas está vivíssima nas nossas melhores lembranças.

Daisy valoriza as tradições e, assim como a mãe, que se foi muito moça, herdou os dons culinários da nossa tia Baíla.

Este bolinho de chuva recheado ela diz que aprendeu a fazer com a mãe e, a pedido, passou-nos a receita, que registramos aqui.

INGREDIENTES

300 ml de leite

2 ovos

4 colheres (sopa) de açúcar

1 colher (café) de sal

1 colher (sopa) fermento em pó

Farinha de trigo até dar ponto (tipo massa de bolo grossa)

*pode usar metade farinha de trigo e metade amido de milho pra ficar bem      leve a massa.

Recheio: queijo picado, goiabada picada ou outro de sua  preferência.

MODO DE FAZER

Misture bem todos os ingredientes da massa (não precisa bater). Em seguida, coloque aos poucos a goiabada, o queijo ou outro recheio escolhido, e vá pegando junto com a massa na colher (um pedaço pra cada colherada). O segredo pra não vazar o recheio é mergulhar ele todo com a massa. Não deixar nenhum ponto sem cobrir. Vá colocando as colheradas no óleo (não muito quente, pra não queimar). Os bolinhos têm que flutuar no óleo pra ficarem redondinhos.

Passar no açúcar refinado e canela (*opcional).

Depois, é só saborear!

P.S.: Receita testada e aprovada!

Lúcia Resende –

Salve! Este site é mantido com a venda de nossas camisetas. É também com a venda de camisetas que apoiamos a luta do Comitê Chico Mendes, no Acre, e a do povo indígena Krenak, em Minas Gerais. Ao comprar uma delas, você fortalece um veículo de comunicação independente, você investe na Resistência. Comprando duas, seu frete sai grátis para qualquer lugar do Brasil. Visite nossa Loja Solidária, ou fale conosco via WhatsApp: 61 9 9961 1193.

Comentários

%d blogueiros gostam disto: