fbpx

Em seu poema “Chico Mendes: O sonho que cresce no chão da floresta”, o poeta amazonense Thiago de Mello registra a importância do chibé na alimentação das crianças da Amazônia…

Por Lúcia Resende 

Toda família indígena, ribeirinha ou extrativista da Amazônia sabe o que é o chibé (do tupi xibé), também conhecido como jacuba. Na essência, o chibé é uma espécie de papa de farinha com água, que pode ser consumida sozinha, ou serve de acompanhamento para o peixe.

Em algumas regiões, o chibé é feito bem ralo, quase como um suco. Em outras, torna-se mais denso, quase como uma tapioca. Tomando como ponto de partida a farinha e a água, os demais ingredientes também variam, de acordo com os ingredientes disponíveis, de região para região.

Em seu poema “Chico Mendes: O sonho que cresce no chão da floresta”, o poeta amazonense Thiago de Mello registra a importância do chibé na alimentação das crianças da Amazônia.

Ingredientes

2 xícaras de farinha de mandioca

(farinha d´água)

3 ½ xícaras de folha de chicória

(ou qualquer outra folha verde)

picada bem miudinha

1 cebola média picada em pedaços

bem pequenos

1 pitada de pimenta Baniwa

(ou malagueta)

2 xícaras de água

1 limão (caldo)

1 pitada de sal

Modo de fazer

Misture a farinha, a água e o sal e deixe hidratar a farinha, que absorve toda a água. Em seguida, misture o restante dos ingredientes, tempere com sal e pimenta a gosto. Sirva em seguida.


Salve! Pra você que chegou até aqui, nossa gratidão! Agradecemos especialmente porque sua parceria fortalece  este nosso veículo de comunicação independente, dedicado a garantir um espaço de Resistência pra quem não tem  vez nem voz neste nosso injusto mundo de diferenças e desigualdades. Você pode apoiar nosso trabalho comprando um produto na nossa Loja Xapuri  ou fazendo uma doação de qualquer valor pelo PIX: contato@xapuri.info. Contamos com você! P.S. Segue nosso WhatsApp: 61 9 99611193, caso você queira falar conosco a qualquer hora, a qualquer dia. GRATIDÃO!


 E-Book Caminhando na Floresta

Um livro imperdível sobre a experiência do autor na convivência com os seringueiros do Vale do Acre nos tempos de Chico Mendes.

COMPRE AQUI

Anúncios

Uma Resposta

  1. Joel Sousa

    Aqui no interior do Maranhão é conhecido como Chimbel…rsrs bom de mais