O peixe na telha, famosa iguaria goiana, foi criado por Bariani Ortencio, escritor, folclorista e estudioso da culinária goiana, e pelo professor Aldair Silveira Aires, também de Goiás.

Em 1978, Aldair inaugurou o restaurante Forno de Barro, em Goiânia. Em busca de novidades para o restaurante, Aldair viu amostras da Cerâmica Serrinha, de Bariani, e teve a ideia de usá-las para servir seu peixe ao molho, especialidade da casa.

O teste foi feito na residência de Ortencio, como ele mesmo relata em seu livro Cozinha Goiana: “Prensei várias telhas plan e colonial, fechei as extremidades antes de queimá-las, e testamos aqui na minha residência. O prato foi aplaudido por nossos convidados”.

A receita de peixe na telha aqui apresentada foi extraída do livro Cozinha Goiana, de Bariani Ortencio, Editora Kelps, 2.000.

INGREDIENTES

(para 6-8 pessoas):

  • 2,5 kg de pintado ou surubim (temperar com sal e limão)
  • 2 kg de cebola picada
  • 2 kg de tomate picado bem maduro
  • 1 lata de molho de tomate
  • 2 colheres de sopa de molho de soja
  • 1 pitada de orégano
  • 1 pitada de açafrão
  • 2 pimentões verdes picados
  • 1 vidro de leite de coco
  • 1 lata de creme de leite
  • 1 envelope de creme de cebola (para engrossar o caldo)
  • Pimenta de cheiro, cheiro verde (salsa e cebolinha)

PREPARO:

Colocar as postas de peixe dispostas numa assadeira e espremer limão de um lado e de outro. O peixe deverá entrar na panela de uma a duas horas depois de receber o caldo de limão. Picar os ingredientes, inclusive as pimentas, e levar tudo à panela com óleo e um pouco de água.Os pimentões, para não amargar o molho, ficam por último, com o cheiro verde e o creme de leite. Assim que o molho estiver fervendo, colocar as postas do peixe que cozinhará em dez ou quinze minutos. Juntar os pimentões e o cheiro-verde por mais dois minutos. Desligar o fogo e despejar o creme de leite e o leite de coco. Distribuir a peixada em telhas próprias (fechadas nas extremidades). Cobrir com farinha de rosca e levar ao forno para gratinar. Servir ainda em ebulição com arroz branco.

About The Author

Xapuri

Related Posts

Deixe uma resposta