Em Formosa, cidade goiana localizada a cerca de 100 Km de Brasília, os movimentos sindicais, estudantis e sociais da roça e da cidade, os partidos do campo progessista,  e as mais diversas expressões da própria sociedade local, ativamente se mobilizam para a Greve Geral deste 28 de abril.

Assim como em todos os rincões do território brasileiro, os trabalhadores e trabalhadoras de Formosa vão parar contra as reformas trabalhista e da previdência do governo Michel Temer e de sua base anti-povo instalada no Congresso Nacional, e, sobretudo, contra o trabalho escravo e contra o fim da aposentadoria, segundo as regras propostas para a Reforma da Previdência.

Em panfleto assinado pela Central Única dos Trabalhadores-CUT, Movimento dos Trabalhadores sem Terra (MST), SINTRAF-RIDE, SINPREFOR, SINTEGO, ICCB, Empodera Coletiva, CQS, STIUEG, SINASEFE-Formosa e  Coletivo Feminista Território Selvagem, a organização da Greve Geral em Formosa informa à sociedade os principais pontos das políticas do governo golpista de Michel Temer pelos quais promovem esta Greve:

REFORMA DA PREVIDÊNCIA

  • Obrigará mulheres a contribuírem 10 anos a mais.
  • Exigirá idade de 65 anos e 25 de contribuição para o trabalhador se aposentar com parte do salário.
  • Imporá 49 anos de contribuição para o trabalhador se aposentar com o salário que recebia.
  • Quem começar a trabalhar com 23 anos só se aposentará aos 72 anos, se tiver carteira assinada por 49 anos seguidos!

REFORMA TRABALHISTA E TERCEIRIZAÇÃO NOS OBRIGARÃO A TRABALHAR COMO ESCRAVOS 

 Temer e o Congresso Nacional querem acabar com as leis trabalhistas e a previdência usando também a terceirização.

TERCEIRIZAÇÃO 

  • É  o tipo de trabalho que mais mata pessoas.
  • Acaba com as férias, o 13o e vários outros direitos trabalhistas.
  • Ameaça a existência da carteira assinada.
  • Aumenta o roubo e a corrupção.

POLÍTICOS CORRUPTOS

Querem aumentar de 8 para 12 horas a jornada de trabalho por dia.

LUTAMOS POR:

  • Educação de qualidade.
  • Data-base.
  • Piso salarial dos professores.
  • Reforma Agrária para o povo poder comer.
  • Não à terceirização da limpeza do hospital e da coleta de lixo em Formosa.

A organização da Greve Geral em Formosa convida a comunidade formosense para ATO PÚBLICO neste 28 de abril, às 10 horas da manhã, na Praça Anysio Lobo, que fica na área central da cidade.

 

 

Anúncios

Comentários

X
preloader