De inferno pra inferno a chamada é local – Um pouco da picardia popular para enfrentar este tempo tão difícil. O causo que se segue, de autoria desconhecida, circula nos grupos de zap. Vale a pena conferir:

Da imaginação criativa do povo brasileiro 

Morreram num acidente aéreo  Donald Trump, a Rainha Elizabeth e o escroque brasileiro. Os três se encontraram no inferno.

Trump pediu ao diabo para fazer uma ligação para os Estados Unidos, queria saber como andavam as coisas depois das trapalhadas que aprontou na saída do poder. O diabo cobrou 3 milhões de dólares para uma ligação de dois minutos. Trump transferiu a grana  e fez a ligação.

Quando a rainha viu o acerto, pediu para ligar também, pra Inglaterra. O diabo passou a conta, em libras esterlinas, no valor equivalente a 10 milhões de dólares. A rainha pagou a conta e falou por cinco minutos.

Obviamente, o escroque brasileiro exigiu sua ligação também. O diabo concordou em deixar ligar no crédito. O cabra abriu a torneira, falou por mais de três horas, chamou ministro, deputado, senador, milícia e os zeros todos.  Ao final, pediu a conta. “1 milhão de dólares”, disse o diabo.

Intrigado, o daqui quis saber porque ligar para o Brasil era tão barato, já que para os Estados Unidos e para a Inglaterra os valores tinham sido astronômicos.  O diabo, então, explicou:

“O valor é esse mesmo porque no Brasil:  foi feita a Reforma da Previdência; a aposentadoria dos professores aumentou para 40 anos;  o tempo de aposentadoria para homens e mulheres passou para 40 anos de contribuição;  criou-se a  obrigatoriedade da contribuição com o INSS para a aposentadoria do/a trabalhador/a rural; a violência contra indígenas e quilombolas passou a ser incentivada; o fogo agora queima a Amazônia, o Cerrado e o Pantanal; acabou a Ancine e  a Fundação Palmares; liberou geral os agrotóxicos e as armas; o dinheiro da pandemia foi parar nos cofres de um tal Centrão; A promessa era matar uns 20 mil, já passou de 200 mil. O Brasil virou um inferno. E de inferno pra inferno, a ligação é local.”


Salve! Pra você que chegou até aqui, nossa gratidão! Agradecemos especialmente porque sua parceria fortalece  este nosso veículo de comunicação independente, dedicado a garantir um espaço de Resistência pra quem não tem  vez nem voz neste nosso injusto mundo de diferenças e desigualdades. Você pode apoiar nosso trabalho comprando um produto na nossa Loja Xapuri  ou fazendo uma doação de qualquer valor pelo PIX: contato@xapuri.info. Contamos com você! P.S. Segue nosso WhatsApp: 61 9 99611193, caso você queira falar conosco a qualquer hora, a qualquer dia. GRATIDÃO!


 E-Book Caminhando na Floresta

Um livro imperdível sobre a experiência do autor na convivência com os seringueiros do Vale do Acre nos tempos de Chico Mendes.

continua depois da propaganda

COMPRE AQUI

continua depois da propaganda