fbpx

Debora Diniz: “O pacto narcísico de masculinidade do atual governo federal”

Por: Debora Diniz/Marie Claire

O pacto narcísico de masculinidade que elegeu Bolsonaro começa a cambalear. Os heróis o abandonam ou pestanejam. General Santos Cruz descreveu a política bolsonarista como de “fofoca”. O super-herói Moro foi ao Boteco do Ratinho para conversa fiada, mas no dia seguinte se expôs ao país no Senado Federal.

Se Moro já era um sujeito pouco eloquente, as piscadelas involuntárias denunciavam o mal-estar da cena. Enquanto isso, o Senado Federal rejeitava a política de armas. Em uma metáfora pouco elegante, foi como uma coronhada no pescoço de Bolsonaro, quem usou dedos de menininha para metralhar inimigos imaginários na campanha.

O sinal do desespero é que houve mais em um único dia – o mesmo corpo frágil que pedia arrego nas flexões de braço com o governador Doria é o que subiu a voz para chamar Jean Wyllys de “aquela menina fora do país”.

De fofoca à homofobia, o fio narcísico é o mesmo – sem resposta para as urgências que assolam o país, como desemprego ou reforma da previdência, a retórica de Bolsonaro é só uma: mover o circo da masculinidade. Nem todos os homens compartilham a tolice de armas para proteger propriedade ou de flexões de braço na calçada para cumprimentar outros machos.

Debora Diniz é antropóloga e professora da UnB

Fonte: PTDF

Block

Salve! Pra você que chegou até aqui, nossa gratidão! Agradecemos especialmente porque sua parceria fortalece  este nosso veículo de comunicação independente, dedicado a garantir um espaço de Resistência pra quem não tem  vez nem voz neste nosso injusto mundo de diferenças e desigualdades. Você pode apoiar nosso trabalho comprando um produto na nossa Loja Xapuri  ou fazendo uma doação de qualquer valor pelo PIX: contato@xapuri.info. Contamos com você! P.S. Segue nosso WhatsApp: 61 9 99611193, caso você queira falar conosco a qualquer hora, a qualquer dia. GRATIDÃO!

 
 
 
continua depois da propaganda