Desfazendo mitos no Dia dos Namorados

Do zap do Antônio Carlos Queiroz, o ACQ: 

“O amor não ilumina seu caminho. Isso é poste da CEB.

O amor não é aquilo que supera barreiras. Isso é gol de falta.

O amor não traça o seu destino. Isso é o GPS.

O amor não te dá força para superar os obstáculos. Isso se chama tração nas quatro rodas.

O amor não mostra o que realmente existe dentro de você. O que mostra isso é a endoscopia.

O amor não atrai os opostos. O nome disso é ímã.

O amor não é aquilo que deixa sem fôlego. O nome disso é asma.

O amor não é aquilo que te faz perder o foco. O nome disso é miopia.

CLIQUE NO ANÚNCIO PARA AJUDAR NOSSO PROJETO:

O amor não é aquilo que te deixa maluco, te fazendo provar várias posições na cama. O nome disso é insônia.

O amor não torna os feios pessoas maravilhosas. O nome disso é dinheiro.

O amor não é o que homem faz na cama e leva a mulher à loucura. Experimente esquecer a toalha molhada em cima da cama! 

O amor não faz a gente enlouquecer, não faz a gente dizer coisas pra depois se arrepender. O nome disso é Vodka!

O amor não faz você passar horas conversando no telefone. São as promoções da Tim, Oi, Vivo ou Claro.

o amor não te dá água na boca. Bebedouro, né?

Amor não é aquilo que, quando chega, você reza para que nunca tenha fim. Isso se chama férias. 

O amor não é aquilo que gruda em você e quando vai embora arranca lágrimas. O nome disso é cera quente.

Só pra desanuviar. Feliz Dia dos Namorados!

Antônio Carlos Queiroz (ACQ) é jornalista. Imagem de capa: Freepik. 

CLIQUE NO ANÚNCIO PARA AJUDAR NOSSO PROJETO:


Réquiem para o Cerrado – O Simbólico e o Real na Terra das Plantas Tortas

Uma linda e singela história do Cerrado. Em comovente narrativa, o professor Altair Sales nos leva à vida simples e feliz  no “jardim das plantas tortas” de um pacato  povoado  cerratense, interrompida pela devastação do Cerrado nesses tempos cruéis que nos toca viver nos dias de hoje. 
COMPRE AQUI

CLIQUE NO ANÚNCIO PARA AJUDAR NOSSO PROJETO:
[instagram-feed] [instagram-feed]