fbpx

Chico Mendes foi morto pelas ideias que defendia

Há exatos trinta anos, passamos um dezembro terrível no início da noite daquele dia 22. Chico Mendes era assasinado em Xapuri. Vivi todo aquele 

Por Jorge Viana, companheiro de Chico Mendes

Chico virou nome de lei, instituições, avenidas, parques, museus, virou referência do nosso Governo da Floresta e da florestania, virou herói do Brasil. Era um visionário, foi morto por conta das ideias que defendia.

Mudamos de século, mudamos de milênio, mas os desafios da luta socioambiental seguem esperando por nós. Devo meus compromissos com a causa ambiental e aos povos da floresta ao Chico.

ANOTE: Nota publicada pelo Senador  Jorge Viana em sua página no Facebook, em 22 de dezembro de 2018, nos 30 anos do assassinato de Chico Mendes. Jorge Viana participou do Encontro Chico Mendes 30 Anos, em Xapuri,  de 15 a 17 de dezembro, que firmou compromissos com os próximos 30 anos de defesa do legado de Chico Mendes, consolidados  na Carta de Xapuri, lida pela atriz e companheira de luta Lucélia Santos.

Salve! Pra você que chegou até aqui, nossa gratidão! Agradecemos especialmente porque sua parceria fortalece  este nosso veículo de comunicação independente, dedicado a garantir um espaço de Resistência pra quem não tem  vez nem voz neste nosso injusto mundo de diferenças e desigualdades. Você pode apoiar nosso trabalho comprando um produto na nossa Loja Xapuri  ou fazendo uma doação de qualquer valor pelo PIX: contato@xapuri.info. Contamos com você! P.S. Segue nosso WhatsApp: 61 9 99611193, caso você queira falar conosco a qualquer hora, a qualquer dia. GRATIDÃO!

 E-Book Caminhando na Floresta

Um livro imperdível sobre a experiência do autor na convivência com os seringueiros do Vale do Acre nos tempos de Chico Mendes.
COMPRE AQUI

 
 

 

continua depois da propaganda