O Cerrado quer paz!

O Cerrado quer paz! Há razões, motivos, condições e requerimentos para que fenômenos físicos e ações humanas aconteçam. Eles amadurecem no tempo e aparecem num espaço, na presença ou na ausência de quem os pode ver e observar. Desde o primeiro dia em qu... Leia mais...

Ruas de ninguém

É característica do brasileiro conceber o bem público como “coisa” que a ninguém pertence, quando na verdade tudo que é público é patrimônio de todos, e por esta razão merecedor do cuidado e zelo de todos que convivem em sociedade. Não se trata de capricho de ... Leia mais...

Luís Nassif: com choro e sem vela

Luis Nassif: com choro e sem vela - O respeitado Dicionário Cravo Albin da Música Popular Brasileira o classifica como “Compositor. Instrumentista. Bandolinista. Pesquisador de choro. Economista renomado...” e informa que ele é “frequentador do Bar do Alem... Leia mais...

Paçoca de carne-seca

Paçoca de carne-seca Os primeiros habitantes da terra do Pau Brasil já tinham o hábito de comer a pa’soca (em tupi). Carregada no embornal, garantia o sustento dos que se embrenhavam na mata para caçar, ou serviam de refeição para mulheres, homens e curumins ... Leia mais...

Por que cantam as cigarras

Brasília tem belas quadras arborizadas. Nelas vive uma infinidade de cigarras, inseto pequeno, de até 6 centímetros de comprimento. No Cerrado, no Pantanal, em todos os biomas brasileiros, vivem milhões de estridentes cigarras. Estridentes por pouco tempo, ... Leia mais...