fbpx

Somos terra, água, ar, florestas…

O Dia Mundial do Meio Ambiente, 05 de junho foi instituído na primeira Conferência Mundial de Meio Ambiente, ocorrida em Estocolmo, na Suécia…

Por Iolanda Rocha e João de Deus de Souza

Esta conferência teve como objetivo fundamental mostrar ao mundo e chamar a atenção para os problemas socioambientais e a necessidade de preservação dos bens naturais. Nesta década, do século passado, já havia uma preocupação com a grande exploração dos bens naturais como se fossem infinitos.

Quase cinquenta anos depois da publicação deste documento, percebe-se que a relação do ser humano com os outros seres vivos do Planeta se agravou ainda mais, já que em 1972 os ecologistas alertavam para os danos que seriam causados ao Planeta Terra, caso o ser humano não mudasse os seus hábitos de consumo desenfreado e a destruição dos biomas existentes no mundo.

Em 1885 o Cacique Seattle já declarava em carta aos EUA que “Tudo quanto fere a Terra, fere também aos filhos da terra.”, no momento em que o presidente deste país fez uma proposta de comprar as terra dos povos indígenas norte americano. Evidentemente que este país danoso à vida como sempre foi, desconsiderou este alerta e investiu pesadamente na destruição do que existia localmente e também por todos os lugares onde o imperialismo norte americano tem provocado a morte, evidentemente em nome de um desenvolvimentismo que coloca em risco a continuação das diversas formas de vida no Planeta Terra.

A destruição da vida provocada pelo ser humano em grande maioria “o homem”, como disse Jung, que “Nós precisamos entender melhor a natureza humana, porque o único perigo real, que realmente existe é o próprio homem.” E que podemos acrescentar a este pensamento de Jung que o “ homem” na sua ânsia de exploração e ganância pelo lucro a qualquer custo, não tem se sensibilizado, mesmo que custe a vida de outros seres vivos inclusive a vida humana.

A destruição das florestas, segundo os cientistas, tem causado esses grandes danos à saúde e à vida e provocado inúmeras doenças virais transmitidas por vírus que antes habitavam ambientes naturais e que tinham contatos apenas com os animais autóctones. As chamadas doenças zoonóticas — incluindo covid-19, HIV, influenza e os vírus ebola, zika e nipah se originam de micróbios que vivem na natureza e podem infectar humanos. Morcegos, aves, primatas e roedores são fontes comuns de transmissão.

As diversas florestas existentes no mundo, uma vez destruídas, têm causado inúmeros prejuízos às outras vidas no Planeta, inclusive à vida humana. Torna-se necessária e urgente uma relação de respeito entre os diversos seres vivos que habitam este Planeta. É primordial que haja o equilíbrio entre homens, mulheres e a natureza.

Além dessas doenças virais, inúmeras doenças foram causadas ao ser humano decorrentes da falta de contato com a natureza. Devido a um número expressivo de pessoas que chegavam aos consultórios de psicologia com sintomas diversos, foi observado por alguns psicólogos que a causa desses sintomas estava relacionada com a desconexão do ser humano com a natureza. Daí surgiu a denominação de uma nova patologia psicológica a Ecopsicopatologia e a necessidade de uma investigação, daí surgiu a Ecopsicologia.

Segundo o Dr. Marco Aurélio Bilibio, precursor da Ecopsicologia no Brasil, a qual parte do pressuposto que o contato com o ambiente natural estimula a relação com as partes menos conhecidas e mais vitais de nós mesmos. Esses elementos são indispensáveis para a completa realização pessoal do ser humano. Por isso, promove um caminho de crescimento pessoal que evidencia a autenticidade e os reais propósitos de vida a cada um e a cada uma, conectando-os/as a uma consciência ambiental que nos faz reencontrar a nossa ligação com o mundo natural.

Ao perder a conexão com o ambiente, ou seja, com as nossas raízes, as nossas origens, perdemos também a nossa capacidade de entrar em contato com o nosso ambiente interno, com a nossa raiz interior, com a nossa alma. Por isso, é importante trabalhar tanto com o componente psíquico, como o ecológico para sanar o nosso equilíbrio interior.

O ser humano é apenas um dos milhões de seres vivos existentes no Planeta Terra. Este faz parte de uma comunidade de vida e não pode se sobrepor buscando eliminar as outras vidas existentes na imensa diversidade da fauna, da flora e de todos os seres do universo. A destruição das outras espécies pressupõe a destruição da espécie humana.

Segundo a Carta da Terra, os seres humanos têm o direito de usufruir dos bens naturais, mas com o dever de prevenir os danos ao meio ambiente e de proteger os direitos das pessoas. O que vem ocorrendo nos dias atuais é a sobreposição do lucro em detrimento à preservação da vida. Vandana Shiva defende que “A vida deve está no centro das decisões políticas, sociais e econômicas”, mas o que move as decisões políticas e sociais são as decisões econômicas, tanto no Brasil como no resto do mundo.

O momento em que vivemos requer um salto de consciência do ego ao eco para a manutenção da sobrevivência das espécies, inclusive da espécie humana. Precisa-se aprender com os povos originários que o ser humano tem o mesmo DNA dos outros animais, e é interdependente dos outros seres, assim como é terra, água, ar e florestas.

Sobre o Autor


Salve! Pra você que chegou até aqui, nossa gratidão! Agradecemos especialmente porque sua parceria fortalece este nosso veículo de comunicação independente, dedicado a garantir um espaço de Resistência pra quem não tem vez nem voz neste nosso injusto mundo de diferenças e desigualdades. Você pode apoiar nosso trabalho comprando um produto na nossa Loja Xapuri ou fazendo uma doação de qualquer valor pelo PIX: contato@xapuri.info. Contamos com você! P.S. Segue nosso WhatsApp: 61 9 99611193, caso você queira falar conosco a qualquer hora, a qualquer dia. GRATIDÃO!


E-Book A Verdade Vencerá – Luiz Inácio Lula da Silva

Em entrevista aos jornalistas Juca Kfouri e Maria Inês Nassif, Lula expressa sua indignação com o massacre sofrido ante a farsa da Lava Jato. Imperdível!

COMPRE AQUI

 

 

 
 
 
Anúncios