fbpx

Despedida Final 

 São muitas as lembranças. Nas lutas pela retomada do Sindicato dos Jornalistas, do Clube de Imprensa, do Movimento de Defesa da Amazônia, pela Constituinte (ampla, geral e irrestrita), por Diretas Já, por eleições em Brasília, na campanha do Aldo Arantes (em 1982), na campanha em que fui candidato a deputado federal (por que não?).

Por Fernando Tolentino 

E também seus vários livros, as diversas redações em que brilhou, até, finalmente, a Xapuri, a reserva ambiental Linda Serra dos Topázios, que criou em Cristalina, para se recolher nos anos mais recentes, como que deixando entender que “não adianta viver na cidade”.

A despedida de tantos amigos queridos havia sido no Campo da Esperança. Ali se encontraram dezenas de colegas do primeiro time do jornalismo brasileiro, não poucos camaradas do PCdoB e companheiros da esquerda em geral. Encontraram-se, falaram das inesquecíveis experiências com Jaime Sautchuk. E dos “causos”.

Muitos choraram e abraçaram-se, talvez pouco lembrando da pandemia, talvez muito confiados nas vacinas. Afinal, valia a pena se abraçarem. A lembrança comum de Jaime justificava.

Por isso, foi a chance de se marcarem novos encontros, inclusive com os que não puderam comparecer e não se justificavam. Como a velha base dos jornalistas do PCdoB, com a declarada intenção de reunirem-se para reafirmar a presença de Jaime.

Uns poucos insistiram em levar Jaime à despedida final, no crematório de Valparaíso de Goiás, na manhã de sexta-feira, 17 de julho. Sua família e amigos que não conseguiram se afastar até o último momento.

“De que me adianta viver na cidade,

Se a felicidade não me acompanhar”.

continua depois da propaganda

A pedido da filha Rosa, o meu celular entoou pianíssimo a canção preferida do Jaime, “Saudade de Minha Terra”, a composição de Belmonte e Goiá, imortalizada na voz de Goiá.

Fernando Tolentino


O Jaime disse um dia: “Se tem alguém pra homenagear, esse alguém tem que ser a Dina. Ela está em tudo que existe nessa Reserva”. Adinair França partiu antes, em 27/11/2007. Os dois agora voltam a adubar, juntos, a mágica natureza da RPNN Linda Serra dos Topázios.


Salve! Pra você que chegou até aqui, nossa gratidão! Agradecemos especialmente porque sua parceria fortalece  este nosso veículo de comunicação independente, dedicado a garantir um espaço de Resistência pra quem não tem  vez nem voz neste nosso injusto mundo de diferenças e desigualdades. Você pode apoiar nosso trabalho comprando um produto na nossa Loja Xapuri  ou fazendo uma doação de qualquer valor pelo PIX: contato@xapuri.info. Contamos com você! P.S. Segue nosso WhatsApp61 9 99611193, caso você queira falar conosco a qualquer hora, a qualquer dia.GRATIDÃO!

loja Xapuri camisetas

 

E-Book Por Um Mundo Sem Veneno

COMPRE AQUI
continua depois da propaganda