Abrahim Farhat, o Lhé dos acreanos partiu da dimensão física dos espaços deste mundo na manhã do dia 16 de maio de 2020, aos 78 anos de idade. Defensor das justas causas, fundador do PT no Acre, amigo incondicional de Chico Mendes e dos povos da floresta, conforme nota do CNS, Lhé nos deixa “um exemplo de luta e um legado de resistência”. Confira a nota na íntegra: 

CNS – CONSELHO NACIONAL DAS POPULAÇÕES EXTRATIVISTAS – NOTA DE PESAR

Todas as honras, neste momento triste da despedida, a Abrahim Farhat, o nosso Lhé, companheiro imprescindível na trajetória do CNS desde os tempos de Chico Mendes.

Defensor intransigente da democracia, dos direitos humanos, da Amazônia e dos povos da floresta, Lhé nos deixa um exemplo de luta e um legado de resistência.

Agora também por você, Lhé, haveremos de seguir sonhando, haveremos de seguir lutando!

Júlio Barbosa de Aquino
Presidente do CNS

“AS PESSOAS NÃO MORREM. APENAS FICAM ENCANTANDAS.” #LheVive!

Xapuri, Acre, 16 de maio de 2020

Capa desta matéria: Ramon Aquin, fotógrafo acreano.

Salve! Este site é mantido com a venda de nossas camisetas. É também com a venda de camisetas que apoiamos a luta do Comitê Chico Mendes, no Acre, e a do povo indígena Krenak, em Minas Gerais. Ao comprar uma delas, você fortalece um veículo de comunicação independente, você investe na Resistência. Comprando duas, seu frete sai grátis para qualquer lugar do Brasil. Visite nossa Loja Solidária, ou fale conosco via WhatsApp: 61 9 99611193.

Comentários

%d blogueiros gostam disto: