Xô Bicho Intruso

Xô Bicho Intruso

Por TT Catalão (*)

Xô Bicho Intruso –
não sou sua presa,
nem refém muito menos
estou sob seu domínio
tosco, infame, escuso;

Vaza Bicho Intruso –
esse lugar não é seu, esse
corpo não lhe pertence,
não aceito seu assédio
nem permito seu abuso;

Sai Bicho Intruso –
não sou sua inspiração
nem autorizo seu mau
uso, me esquece que
não sou seu muso;

Suma Bicho Intruso –
dispenso seus apelos
obtusos, seus projetos
sórdidos e confusos,
a vc não me submeto
não me entrego
não me dobro,
não me quedo –
apático – recluso…

Se afasta Bicho Intruso –
a vc, de vc, por vc, em vc:
recuso recuso recuso

P.S. a caminho do meu primeiro dia de um longo tratamento imuno-terápico em solidária companhia de milhares de irmãozinhos e irmãzinhas em luta contra os cânceres. Na esperança de q Bichos Intrusos também deixem os corpos ambientais, culturais, sociais, econômicos e espirituais do Brasil…com AMOR, sempre, TT… quem não se abate: combate!

 

(*) A 20 de dezembro, o grande poeta da resistência, TT Catalão comunicou, em forma de poema, o início de sua luta contra o câncer. Na madrugada do dia 02 de janeiro de 2020, TT embarcou nas asas da quimera, rumo aos mistérios do infinito. Para Wanderley dos Santos Catalão, colaborador frequente da Xapuri, nossa admiração, nosso respeito, nossa gratidão e nossa saudade. Capa: TT Catalão, em seu último post. Foto interna: Memória e Invenção.

Fonte: Brasiliários com Edixão: Xapuri

continua depois da propaganda

Block

Salve! Pra você que chegou até aqui, nossa gratidão! Agradecemos especialmente porque sua parceria fortalece  este nosso veículo de comunicação independente, dedicado a garantir um espaço de Resistência pra quem não tem  vez nem voz neste nosso injusto mundo de diferenças e desigualdades. Você pode apoiar nosso trabalho comprando um produto na nossa Loja Xapuri  ou fazendo uma doação de qualquer valor pelo PIX: contato@xapuri.info. Contamos com você! P.S. Segue nosso WhatsApp: 61 9 99611193, caso você queira falar conosco a qualquer hora, a qualquer dia. GRATIDÃO!


continua depois da propaganda