Por Castro Alves

Que belas as margens do rio possante,
Que ao largo espumante campeia sem par!
Ali das bromélias nas flores doiradas
Há silfos e fadas, que fazem seu lar…
E, em lindos cardumes,
Sutis vagalumes
Acendem os lumes
Pra o baile na flor.
E então – nas arcadas
Das pét´las doiradas,
Os grilos em festa
Começam na orquestra
Febris a tocar…
E as breves
Falenas
Vão leves,
Serenas,
Em bando
Girando,
Valsando,
Voando
No ar!…

Castro Alves
Poeta. Antonio Frederico de Castro Alves (Curralinho, hoje Castro Alves, Bahia, 14/03/1847 – Salvador, Bahia, 06/07/1871).

Salve! Este site é mantido com a venda de nossas camisetas.  Ao comprar uma delas, você fortalece um veículo de comunicação independente, você investe na Resistência. Visite nossa Loja Solidária. Encomendas via whatsapp com Janaina: 61 9 9611 6826. Comprando duas, seu frete sai grátis para qualquer lugar do Brasil, do Caburaí ao Chuí! Camiseta Mercedes Sosa.

Leave a Reply

Your email address will not be published.