Por: Pedro Tierra

Paus d’arcos.
Agosto.
cerrados.

O Pau d’arco
desata os laços
do tempo que se despede,
mas permanece contido
na cortiça que protege o tronco
contra os açoites da seca.
Acende sinos de sol
multiplicados,
como o canto dos galos
suspende a manhã
e anuncia
de dentro do sono escuro da madeira
que o cerrado explodiu constelação…

Pedro Tierra, no livro “O Porto Submerso”. Brasília: Edição do Autor, 2005.

Salve! Este site é mantido com a venda de nossas camisetas. É também com a venda de camisetas que apoiamos a luta do Comitê Chico Mendes, no Acre, e a do povo indígena Krenak, em Minas Gerais. Ao comprar uma delas, você fortalece um veículo de comunicação independente, você investe na Resistência. Comprando duas, seu frete sai grátis para qualquer lugar do Brasil. Visite nossa Loja Solidária, ou fale conosco via WhatsApp: 61 9 9611 6826.

Leave a Reply

Your email address will not be published.