“Lula, seguiremos lutando e com esperança; a indignação nos ensina a não aceitar as coisas como estão; a coragem, a mudá-las”

Por Yarochewsky

Estimado Presidente Luiz Inácio Lula da Silva,

Li com muita atenção a carta que o senhor enviou ao povo brasileiro na última terça-feira (03/07).

Com todo o respeito, em “resposta”, venho lhe dizer, antes de tudo, que a maioria do povo brasileiro continua confiando no seu maior líder.

Não é sem razão, portanto, que Lula aparece em primeiro lugar em todas as pesquisas de opinião para Presidência da República.

Sim, Presidente, como disse em sua carta, “Chegou a hora de todos os democratas comprometidos com a defesa do Estado Democrático de Direito repudiarem as manobras” da qual Vossa Excelência é vítima, a fim de que prevaleça a Constituição e os princípios nela insculpidos.

Centenas de juristas sabem que o senhor foi condenado sem provas, tanto pelo juiz da 13ª Vara Federal de Curitiba quanto pelo TRF-4.

Tanto que várias obras e inúmeros artigos foram escritos por grandes juristas – inclusive estrangeiros – sobre o processo de exceção que lhe condenou.

É fato: o senhor foi condenado por um juiz “suspeito” e “incompetente”.

Também é fato: durante todo o processo o senhor foi tratado pelos agentes do Estado Penal como “inimigo”. E como tal, negam-lhe direitos e garantias fundamentais.

Com tantas injustiças, o senhor demonstra em sua carta – com toda razão! – descrença na justiça.

Sim, caríssimo Presidente, não há nada, absolutamente nada, mais revoltante e doloroso para o ser humano do que a injustiça.

A injustiça é a própria tirania, a iniquidade que desacredita as instituições e fere a alma.

Muitas vezes a injustiça é escancarada, vista por todos.

Outras vezes, sem ser vista ou percebida, a injustiça fantasia-se de legalidade, vitimando inocentes.

É o seu caso.

Nós sabemos que o senhor não cometeu crime algum.

Por isso, Presidente Lula, continuaremos lutando — jurídica e politicamente — para que a verdade prevaleça e vença.

Presidente Lula, vamos continuar também tendo esperança.

“A esperança”, como proclamou Santo Agostinho, “tem duas filhas lindas, a indignação e a coragem; a indignação nos ensina a não aceitar as coisas como estão; a coragem, a mudá-las”.

Abraço fraterno,

Leonardo Isaac Yarochewsky – advogado criminalista e doutor em Ciências Penais; é um dos coautores do livro O Caso Lula: a luta pela afirmação dos direitos fundamentais no Brasil. 

Fonte: VIOMUNDO 

Salve! Este site é mantido com a venda de nossas camisetas. É também com a venda de camisetas que apoiamos a luta do Comitê Chico Mendes, no Acre, e a do povo indígena Krenak, em Minas Gerais. Ao comprar uma delas, você fortalece um veículo de comunicação independente, você investe na Resistência. Comprando duas, seu frete sai grátis para qualquer lugar do Brasil. Visite nossa Loja Solidária, ou fale conosco via WhatsApp: 61 9 9611 6826. Camiseta Renato Russo

Comentários

%d blogueiros gostam disto: