Curitiba: Acampamento da Vigília Lula Livre invadido e atacado por delegado da Polícia Federal (PF). O nome dele é  Gastão Schefer e o ataque foi documentado em vídeo.

Do Blog do Esmael

O Blog do Esmael recebeu a informação, agora há pouco, que um homem invadiu o acampamento Marisa Letícia, no bairro Santa Cândida, em Curitiba, criou uma confusão danada e quebrou equipamentos de som na vigília Lula Livre.

A violência contra o acampamento ocorreu quando os militantes se preparavam para dar o tradicional “Bom dia, presidente Lula!” em frente à Polícia Federal, no bairro Santa Cândida.

“Um coxinha fascista, quebrou todo o nosso equipamento de som. A deputada federal Ana Perugini (PT-SP) e a deputada estadual Ana Lia (PT/SP) devem registrar boletim de ocorrência na polícia”, comunicou o acampamento Lula Livre.

Apoiadores do ex-presidente Lula, que é mantido preso político há um mês na PF de Curitiba, e gente que é contrária ao petista andam se estranhando na capital dos paranaenses.

O diabo que até pouco tempo os coxinhas veicularam outdoor por Curitiba dando “boas-vindas” ao ex-presidente Lula, mas, agora dão sinais que não aguentam mais a pressão petista.

Apesar de escrever e contar histórias desde sempre, Conceição Evaristo diz que se viu escritora quando teve seu nome publicado pela primeira vez nos Cadernos Negros, do Quilombhoje, nos anos 1990. Aos 44 anos, no poema Vozes-Mulheres, ela ecoava vozes ancestrais do passado e de sua descendência sobre a vida de mulher negra no Brasil.

ATUALIZAÇÃO DA NOTÍCIA:

Mais grave ainda: quem invadiu o acampamento foi um delegado da Polícia Federal:

O delegado da Polícia Federal (PF) Gastão Schefer foi o homem que invadiu hoje (4) pela manhã o acampamento Lula Livre, em Curitiba, e quebrou equipamentos de som antes do tradicional “Bom dia, Presidente Lula!” em frente da PF.

Assista ao vídeo:

SOBRE O DELEGADO, INFORMAÇÃO DO DCM:

DCM: O responsável pela quebradeira do equipamento de som no acampamento pró-Lula nesta sexta (4) em Curitiba é da PF. Gastão Schefer Neto foi presidente da Associação dos Delegados da Polícia Federal do Paraná e é suplente do PR na Câmara Federal. Militante antipetista nas redes sociais, ele é apoiador incondicional de figuras como Deltan Dallagnol, o procurador da Lava Jato responsável pelo Power Point vergonhoso jogando a culpa de tudo no ex-presidente.

 

NOTA DA VIGÍLIA LULA LIVRE 

Em que pese o apoio e solidariedade com que contam, em Curitiba, a Vigília Lula Livre, o acampamento Marisa Leticia e os diferentes espaços em defesa da democracia e da liberdade de Lula, há incidentes e manifestações esporádicos de ódio contra nossos espaços e militantes. Seguimos cobrando das autoridades proteção aos nossos espaços e medidas contra provocadores e fascistas.

Nada irrita mais os ignorantes, os que não querem o jogo político baseado na disputa de ideias, os que não têm outra narrativa a não ser o ódio, os que não têm argumentos, os que não aceitam o fato de Lula seguir à frente das pesquisas e se manter sereno e crítico à sua prisão, nada os irrita mais do que ver nossas manifestações organizadas e firmes, a ponto de alcançar 30 dias de luta.

Seguimos, coletivamente, aprendendo e caminhando, cantando e denunciando o país que os golpistas querem cada vez mais destruído, como denunciou Lula ontem durante a visita de Gleisi Hoffmann e Jaques Wagner. E que, como o presidente ressaltou, esse país vamos reerguer.

Reafirmamos que a Vigília Lula Livre segue organizada e nas imediações da Superintendência da Polícia Federal, respeitando nossos acordos coletivos e o combinado com as autoridades. Daqui só sairemos com a liberdade de Lula.

Vigília Lula Livre, 4 de maio de 2018.

ANOTE AÍ:

Fontes:

https://www.esmaelmorais.com.br/

https://www.diariodocentrodomundo.com.br/delegado-da-policia-federal-ataca-acampamento-pro-lula-em-curitiba/

Anúncios

One Response

  1. Roberto

    Ninguém aguenta mais essa perturbação do sossego , todo dia a mesma coisa. Já virou importunação

    Responder

Comentários

X
%d blogueiros gostam disto:
preloader