Honoris Causa de Lula cassado: Juiz desrespeita autonomia universitária.

Por Cida de Oliveira

Publicado originalmente na Rede Brasil Atual

O governador do Maranhão e ex-juiz federal Flavio Dino (PCdoB) classificou como “um amontoado de erros jurídicos” da Justiça alagoana a cassação do título de Doutor Honoris Causa concedido a Lula. De acordo com Dino, houve invasão na esfera da autonomia universitária e da discricionariedade administrativa. “E decisão não passa no teste da ‘reserva de consistência’ por uma razão objetiva: o ex-presidente Lula possui dezenas de títulos em dezenas de universidades”, afirmou por meio de seu perfil no Twitter.

A cassação da honraria concedida ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi divulgada hoje (12) pela coluna Radar, da Revista Veja. De acordo com a publicação, o juiz Carlos Bruno de Oliveira Ramos, de Arapiraca (AL), determinou que a Universidade Estadual de Alagoas (Uneal) retire o título concedido em 23 de agostode 2017. A decisão é de julho, mas só foi juntada ao processo em 9 de outubro.

O pedido de cassação do título partiu da advogada Maria Tavares Ferro, candidata a vereadora em Maceió pelo PSDB. Ela argumentava que o reconhecimento do ex-presidente atingia “a moralidade administrativa, por ser o título concedido a pessoa condenada criminalmente e que responde a outras ações penais”.  Em 2017, Lula realizava uma caravana pelo Nordeste e não havia sido preso.

Ameaça de morte

A Justiça indeferiu a liminar solicitada pela advogada tucana já que ela não havia apresentado réplica às respostas de Lula e da Uneal. O Ministério Público chegou a pedir o arquivamento da ação, sem julgamento do mérito.

Na época, o reitor da Uneal era o professor Jairo José Campos da Costa, que recebeu ameaça de morte caso diplomasse Lula. Ele registrou boletim de ocorrência na Polícia Civil em Arapiraca, pediu o rastreamento da ligação para identificar o autor da ameaça e comunicou o governador de Alagoas, Renan Filho (PMDB).

Segundo Costa, a homenagem ao ex-presidente foi aprovada democraticamente no Conselho Superior, por unanimidade, respeitando todas as normas regimentais da universidade. A decisão foi publicada no Diário Oficial de Alagoas ainda em 2012.

Fonte: DCM

 

Salve! Este site é mantido com a venda de nossos produtos. É, também, com um percentual dessas vendas, que apoiamos a luta do Comitê Chico Mendes, no Acre, do povo Krenak, em Minas Gerais, do Museu Kalunga Iaiá Procópia, em Goiás e do povo Xavante, no Mato Grosso. Ao comprar em nossa Loja Xapuri, você fortalece um veículo de comunicação independente, você investe na Resistência. Contamos com você! WhatsApp: 61 9 99611193.

Comentários

%d blogueiros gostam disto: