Lula: Meu maior legado foi levar os mais pobres à universidade

Na UFRB, Lula dedicou o título Honoris Causa a cada negro e negra que se formou na Universidade, e falou que sua felicidade é ver o filho do trabalhador virar doutor

No segundo dia do projeto Lula pelo Brasil, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva visitou a Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB). Lula receberia um título Honoris Causa, mas a entrega foi barrada pela Justiça, em mais um episódio de perseguição ao lider político. “Fico triste por não ganhar o título, mas fiquei sabendo que tem uma filha de quilombola que conseguiu chegar na universidade. Quando ela se formar e ganhar seu diploma, esse será meu título”, afirmou ele.

Lula dedicou o título a cada negro e negra que se formou na universidade. “Um pouco do sucesso da política e do acerto econômico é você ter consciência política de que lado você está”, disse.

Ele falou da felicidade ao ver filhos de trabalhadores se formando no ensino superior. Para o ex-presidente, o maior legado que ele poderia ter deixado para o país foi fazer com que os jovens que nasceram pobres pudessem chegar à Universidade. “Vocês não sabem a minha felicidade ao ver que um filho de pedreiro virou doutor ou uma filha de empregada doméstica virou médica”, disse.

“Eu tinha uma mãe analfabeta e a coisa que ela mais queria me dar era a dignidade de ter uma profissão”, disse ele. “De ganhar meu próprio salário, de levar comida pra casa, de sustentar a família.” Lula lembrou que foi o primeiro presidente que não fez faculdade, mas foi o que mais ganhou título de doutor honoris causa. “Eu digo pra vocês: guardem o meu título, que eu virei aqui pela quinta vez para receber meu título”, afirmou.

O ex-presidente também falou da destruição que o governo golpista tem feito com o país. “Se esse governo que está destruindo o país e acabando com a auto-estima do povo não sabe consertar o Brasil, nós vamos consertar”, disse. “Eles precisam aprender que não é possível governar sem ouvir e sem olhar na cara do povo.”

“Ninguém governa comprando deputado, ninguém governa cortando investimento na saúde e na educação”, disse. Para Lula, o país só voltará a ser competitivo quando a educação não for um privilégio, mas um direito de todos. “Se os políticos que têm diploma não sabem governar, talvez seja necessário um torneiro mecânico voltar a governar”, concluiu.

Fonte: PT Notícias

Salve! Este site é mantido com a venda de nossas camisetas. É também com a venda de camisetas que apoiamos a luta do Comitê Chico Mendes, no Acre, e a do povo indígena Krenak, em Minas Gerais. Ao comprar uma delas, você fortalece um veículo de comunicação independente, você investe na Resistência. Comprando duas, seu frete sai grátis para qualquer lugar do Brasil. Visite nossa Loja Solidária, ou fale conosco via WhatsApp: 61 9 99611193

Comentários

%d blogueiros gostam disto: