Vale a pena ler de novo!

Durante evento em São Paulo na noite desta sexta-feira, 16 de março de 2018, para o lançamento de seu livro “A verdade vencerá: o povo sabe por que me condenam”, (Editora Boitempo), o ex-presidente voltou a comentar a execução da vereadora Marielle Castro (PSOL), do Rio de Janeiro. “A morte daquela companheira fez com que surgisse milhares e milhares de Marielles. Não existe possibilidade fora da luta!”, disse Lula.

Marielle levou quatro tiros na cabeça e o carro onde ela estava foi alvo de 13 disparos no total. O motorista que trabalhava para a vereadora, Anderson Gomes, também morreu e uma assessora sobreviveu.

No discurso, Lula também falou sobre seu julgamento, voltou a ressaltar ser inocente e disse que “eles mentiram”, em referência aos investigadores da Lava Jato. “O objetivo da Lava Jato é execrar e condenar a pessoa antes do julgamento. Vem desde o mensalão com a teoria do domínio de fato”, afirmou.

O livro conta com a colaboração de Luis Fernando Verissimo, Juca Kfouri, Maria Inês Nassif, Eric Nepomuceno, Luiz Felipe de Alencastro, Gilberto Maringoni, Luis Felipe Miguel, Camilo Vannuchi, Mauro Lopes, Ivana Jinkings e Rafael Valim.

Sobre a elaboração da publicação, que traz uma longa entrevista com Lula, além de outros textos sobre o cenário atual, o ex-presidente declarou: “o que está nesse livro é exatamente a minha verdade. Tô na luta é tô tranquilo!”.

“Quando saí da presidência pensei em escrever uma biografia. Chamei o Fernando de Morais e pedi pra ele escrever um relato do meu governo. Mas já tinha um da Denise Paraná contando até 1980. E eu não queria deixar esse hiato em branco”, relatou.

“O Fernando Morais tá escrevendo faz cinco anos e toda vez que pergunto pra ele do livro ele fala: ‘tá pronto, só falta escrever’. Porque o tempo é implacável. Éramos em oito irmãos, já somos só cinco. Eu acho que o Vavá vai na minha frente. Pelo menos ele não vai chorar por minha causa… Enfim, acho que o Fernando Morais tá escrevendo. Daí apareceu a Ivana e me propõe de escrever esse livro”, disse ainda, aos risos.

Fonte desta matéria: Brasil 247

Cartaz de capa: Twitter

Salve! Este site é mantido com a venda de nossas camisetas. É também com a venda de camisetas que apoiamos a luta do Comitê Chico Mendes, no Acre, e a do povo indígena Krenak, em Minas Gerais. Ao comprar uma delas, você fortalece um veículo de comunicação independente, você investe na Resistência. Comprando duas, seu frete sai grátis para qualquer lugar do Brasil. Visite nossa Loja Solidária, ou fale conosco via WhatsApp: 61 9 9611 6826.

Camiseta Lula

Comentários

%d blogueiros gostam disto: