Um dia trágico para a democracia e para o Brasil

Nossa Constituição foi rasgada por quem deveria defendê-la e a maioria do STF sancionou mais uma violência contra o maior líder popular do país, Lula

 NOTA OFICIAL DO PARTIDO DOS TRABALHADORES 

Hoje [04/04]é um dia trágico para a democracia e para o Brasil.

Nossa Constituição foi rasgada por quem deveria defendê-la e a maioria do Supremo Tribunal Federal sancionou mais uma violência contra o maior líder popular do país, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Ao negar a Lula um direito que é de todo cidadão, o de defender-se em liberdade até a última instância, a maioria do STF ajoelhou-se ante a pressão escandalosamente orquestrada pela Rede Globo.

E ao pautar o julgamento do habeas corpus de Lula, antes de apreciar as ações que restabelecem a presunção da inocência como regra geral, a presidenta do STF determinou mais um procedimento de exceção.

Esse direito fundamental, que fatalmente voltará a valer para todos, não valeu hoje para Lula.

Não há justiça nesta decisão. Há uma combinação de interesses políticos e econômicos, contra o país e sua soberania, contra o processo democrático, contra o povo brasileiro.

A Nação e a comunidade internacional sabem que Lula foi condenado sem provas, num processo ilegal em que juízes notoriamente parciais não conseguiram sequer caracterizar a ocorrência de um crime.

Lula é inocente e isso será proclamado num julgamento justo.

O povo brasileiro tem o direito de votar em Lula, o candidato da esperança. O PT defenderá esta candidatura nas ruas e em todas as instâncias, até as últimas consequências.

Quem tem a força do povo, quem tem a verdade ao seu lado, sabe que a Justiça ainda vai prevalecer.

Comissão Executiva Nacional do PT

Anúncios

One Response

  1. Maria Antonia Cardoso

    Estou com o senhor, Presidente Lula. Já tivemos oportunidade de conversar uma vez numa de suas caminhadas pelo País, em Sabará, MG. Conversamos no coreto da praça da cidade e noticiei na época, pois eu tinha um jornal independente, que a melhor coisa que havia acontecido naquele periodo pré eleitoral, foi a sua visita à cidade. Hoje estou em Marataizes, Esp.Sto, terra de governantes traidores da Nação. Antes do golpe, da 1ª carta de Temer à Presidenta Dilma, Temer esteve aqui caladinho a conversar com Paulo Hartung. O braço da traição tinha aportado por aqui. E assim continua, abraçando desavisados e reacionários. Agora é Bolsonaro… e todo cuidado é pouco mas por ironia, de pouco adianta. Lutaremos por nosso País, por nosso Povo, por nossa Democracia, nossos direitos e por Lula candidato. Sem medo de ser Feleiz. Beijos, Maria Antonia Morena.

    Responder

Comentários

X
%d blogueiros gostam disto:
preloader