Confira a posição do presidente Lula sobre o combate ao coronavírus

Do BR Hoje Notícias

O ex-presidente Lula cobrou ações do governo federal no controle da epidemia de coronavírus. Em uma live no Facebook na noite de hoje, Lula pediu explicações sobre quais serão os investimentos de Jair Bolsonaro em meio à crise na saúde pública.

Segundo ele, o governo tem que “explicar quanto vai comprar e leito, quanto vai investir nos hospitais, quanto vai contratar de médico, ou seja, como que a gente vai fazer para evitar que o coronavírus possa virar uma coisa muito grave”.

Lula definiu como “patética” a entrevista coletiva que Bolsonaro deu ontem para falar sobre a contenção da covid-19 no Brasil. “O governo não estava preocupado em orientar a população, estava preocupado em se desfazer da imagem negativa que ele se permitiu criar de tanta bobagem que falaram durante essa ultima semana”, afirmou.
Lula  ainda disse que a prioridade no momento deve ser para com a vida das pessoas vulneráveis. “Depois que a gente salvar o povo, a gente discute como salvar a economia, como fazer o país voltar a crescer, como gerar emprego, como distribuir renda”, destacou.
Ainda falando sobre economia, ele exigiu que o governo tenha meios de garantir que as pessoas que estão afastadas do trabalho por medo de contrair o coronavírus não sejam demitidas. Além disso, ele sugeriu que trabalhadores autônomos e de aplicativos também recebam algum tipo de seguro durante o tempo que estiverem em casa.
Apesar das críticas ao governo federal, sobraram elogios para a ação da imprensa. “Todo mundo sabe que eu sou muito crítico à imprensa mas tenho que reconhecer que se tem um serviço que prestou informação 24 horas por dia ao povo brasileiro, foi a imprensa”.
Lula também destacou por grande parte do tempo que as pessoas precisam ficar em casa, em isolamento preventivo e com hábitos higiênicos como lavar as mãos para se precaver do contágio do coronavírus.

Salve! Este site é mantido com a venda de nossas camisetas. É também com a venda de camisetas que apoiamos a luta do Comitê Chico Mendes, no Acre, e a do povo indígena Krenak, em Minas Gerais. Ao comprar uma delas, você fortalece um veículo de comunicação independente, você investe na Resistência. Comprando duas, seu frete sai grátis para qualquer lugar do Brasil. Visite nossa Loja Solidária, ou fale conosco via WhatsApp: 61 9 9961 1193.

Anúncios

Comentários