Ecos do Grande Sertão Veredas

“Digo que fui, digo que gostei. À passeata forte, pronta comida, bons repousos, companheiragem. O teor da gente se distraía bem”.
João Guimarães Rosa

Inspirada na obra de Guimarães Rosa, um grupo de cerca de 70 pessoas realizou, em 2014, uma travessia sócio-eco-literária no universo de Rosa e no sertão de Minas Gerais. 

Denominada “O Caminho do Sertão – De Sagarana ao Grande Sertão Veredas”, a caminhada se repete em julho de 2015, com cerca de 50 participantes, que seguirão pelo sertão em busca da troca de experiências e dos saberes das comunidades geraiseiras. 

A travessia parte do vilarejo de Sagarana (Arinos-MG) até o Parque Nacional Grande Sertão Veredas, localizado na cidade de Chapada Gaúcha, perto da divisa com a Bahia e o Goiás.

Quem participa do projeto percorre parte do caminho realizado por Riobaldo, personagem central do livro Grande Sertão: Veredas, rumo ao Liso do Sussuarão, conhecendo paisagens naturais, folias de reis, histórias, tradições e memórias

11217602_1601933726691070_9206790372382366501_o

 

“Tudo, aliás, é a ponta de um mistério, inclusive os fatos. Ou a ausência deles. Duvida? Quando nada acontece há um milagre que não estamos vendo.”
[Rosa]

Em 2016, foram selecionados 70 caminhantes entre 270 inscrições. Segundo a organização:

” A mudança na quantidade de selecionados nasce de um esforço por contemplar sonhos, projetos e desejos de adentrar o Ser-Tao. Soma-se uma demanda relacionada ao tempo, visando agilizar os próximos passos de caminhantes e equipe de produção, adicionamos (conforme experiências passadas) um número que equalizará os possíveis desistentes. Sendo assim, não haverá lista de excedentes, o resultado fica em caráter único.

Nos alegra ver tamanha diversidade e riqueza nas motivações, habilidades e competências de cada uma das inscritas e inscritos neste Edi-Tao. Pessoas de várias partes do Brasil e Mundo, realizadoras de vários ofícios e realidades, unidas aqui pelo desejo de ser-tão no sertão!

(…)

A proposta do Caminho é se tornar uma rota permanente de turismo ecocultural e literário de base comunitária, contemplando a todos e todas que queiram mergulhar nas veredas dos gerais.

Desde 2014, O Caminho do Sertão segue sendo pensado coletivamente e colaborativamente pela equipe proponente e pel@s antig@s caminhantes. Todos os esforços se somam para a organização não apenas desta, mas das edições futuras e de tantas outras ações que brotam desse grupo que só cresce!

Pelo Cerrado e suas culturas, de pé! Bem-vind@ a ser-tão!”

Para saber mais:
http://ocaminhodosertao.wordpress.com
ou http://www.facebook.com/caminhodosertao

About The Author

Xapuri

Related Posts

Deixe uma resposta