Brasil é o 4o país do mundo que mais gera lixo plástico, e um dos que menos recicla

Por: Eduardo Pereira

A poluição por plásticos é das mais graves crises que afetam o planeta Terra. A menos que todos os atores da cadeia de valor dos plásticos se responsabilizem pelo custo real do material para a natureza e para as pessoas, mais de 104 milhões de toneladas de plástico poluirão nossos ecossistemas até o ano 2030.

O alerta vem do novo estudo do WWF (Fundo Mundial para a Natureza), lançado no último dia 4 de março, “Solucionar a Poluição Plástica: Transparência e Responsabilização” (Acesse o estudo completo no site: www.wwf.org.br), realizado em mais de 200 países, que reforça a urgência de um acordo global para conter a poluição por plásticos.

O volume de plástico que vaza para os oceanos todos os anos é de aproximadamente 10 milhões de toneladas, o que equivale a 23 mil aviões Boeing 747 pousando nos mares e oceanos todos os anos – são mais de 60 por dia. Nesse ritmo, até 2030, um volume equivalente a 26 mil garrafas de plástico será encontrado no mar a cada km2, revela o estudo.

A pesquisa mostra também que, segundo dados do Banco Mundial, o Brasil é o 4º maior produtor de lixo plástico no mundo, com 11,3 milhões de toneladas, e uma produção semanal média de 1 quilo de lixo plástico por habitante, fi cando atrás apenas dos Estados Unidos, da China e da Índia.

Desse total, mais de 10,3 milhões de toneladas foram coletadas (91%), mas apenas 145 mil toneladas (1,28%) são efetivamente recicladas, ou seja, reprocessadas na cadeia de produção como produto secundário. Esse é um dos menores índices da pesquisa e bem abaixo da média global de reciclagem plástica, que é de 9%, conclui o estudo.

Os dados revelam ainda que, embora haja um processamento parcial nas usinas de reciclagem, há perdas na separação de tipos de plásticos (por estarem contaminados, serem multicamadas ou de baixo valor), o que resulta no despejo de 7,7 milhões de toneladas de plástico nos aterros sanitários, além de outros 2,4 milhões de toneladas de plástico que são descartados de forma irregular, sem qualquer tipo de tratamento, em lixões a céu aberto.

ANOTE: 

Este site é mantido com a venda de nossas camisetas. Ao comprar uma delas, você fortalece um veículo de comunicação independente, você investe na Resistência. Visite nossa Loja Solidária:  https://www.xapuri.info/loja-solidaria. Em Formosa, encomendas com Geovana: 61 9 9352 9191. Em Brasília, com Janaina: 61 9 9611 6826. 

Camiseta Krenak: https://www.xapuri.info/produto/camiseta-krenak/

Comentários

%d blogueiros gostam disto: